A companhia de petróleo e gás norueguesa Statoil planeja suspender a produção no campo de gás Snohvit, sob sua concessão, localizado no Mar de Barents por um período de 30 a 40 dias, com início no final do mês de abril como parte de um projeto de manutenção de rotina, informou a empresa nesta terça-feira, 05 de março. A produção de gás do campo em 2010 foi de 5,76 bilhões de metros cúbicos, ou cerca de 480 milhões de metros cúbicos por mês, de acordo com a Diretoria de Petróleo Norueguesa.

O porta-voz da Statoil, Ola Anders Skauby, disse que um trocador de calor da planta de gás liquefeito (GNL) seria substituído durante a parada de manutenção programada. "Haverá alguma outra manutenção também", disse ele. A produção em Snohvit teve que ser interrompida várias vezes no ano passado, devido, em parte, a problemas com um trocador de calor na planta de liquefação. A empresa já havia informado em junho de 2010 que a planta de GNL seria fechada para reparos no trocador de calor neste mês de abril.

A Statoil é a operadora do campo com participação de 33,53% na licença de concessão. Os demais licenciados incluem a Total, com uma quota de 18,4%, a GDF Suez (GSZ.PA: Citação) com uma participação de 12%, a Hess (HES.N: Citação), com uma quota de 3,26%. A RWE mantém os 2,81% restantes.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás