Características de um reator reprodutor rápidoUm reator reprodutor rápido é um tipo de reator nuclear que usa a fissão nuclear para criar átomos de plutônio 239 como um subproduto da divisão de átomos de urânio-235. Esse processo cria mais combustível na forma de plutônio, que é mais utilizado por esse modelo de reator. Essa capacidade de criar rapidamente mais combustível é uma característica que confere o nome de reator de reprodução rápida ao equipamento. Vale salientar que um reator reprodutor rápido pode criar até 30% mais combustível do que consome.

Os reatores nucleares produzem energia através da cisão dos átomos de combustíveis físseis (de fissão), geralmente de urânio-235. Isto também produz nêutrons livres, partículas do núcleo de átomos, que, em seguida, atacam outros átomos de urânio, dividindo-os e promovendo a reação de fissão. No padrão dos reatores nucleares, a maioria destes nêutrons é mantida a um nível de baixa energia por um avançado sistema de arrefecimento, que normalmente usa a água como um meio de moderação. Isso é feito para manter os nêutrons em um nível adequado de energia a fim de sustentar a reação de fissão.

Reator reprodutor rápidoEm um modelo de reator de reprodução rápida, o sistema de arrefecimento é deliberadamente menos eficiente e geralmente é repleto de sódio líquido. Isso mantém os nêutrons que são produzidos pela reação de fissão em um nível maior de energia. Os nêutrons de alta energia são menos adequados para a separação de outros átomos de urânio-235, mas servem a outro propósito.

Em vez de dividir os átomos de urânio 235, os nêutrons rápidos são absorvidos por átomos de urânio 238, que compõem a maior parte da massa de combustível do reator nuclear num reator reprodutor rápido. O elemento urânio 238 não é adequado para a cisão, mas depois de absorver os nêutrons, o urânio 238 é convertido em plutônio 239. O plutônio 239 é muito adequado como combustível nuclear e pode ser usado para fabricar armas nucleares.

O plutônio é um elemento freqüentemente aproveitado para a fabricação de armas nucleares. Por esta razão, muitos reatores reprodutores rápidos que estavam em funcionamento tiveram suas operações interrompidas. Outros problemas com esses tipos de reatores têm contribuído para o declínio da popularidade desse equipamento nuclear entre as nações com programas de energia nuclear. O plutônio 239 precisa ser extraído de outros componentes do combustível nuclear e este é um processo complexo e caro. Ele também representa um grande perigo para quem manipula o reator e gera resíduos radioativos tóxicos como um subproduto.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos