Abaixo das previsões de analistas e muito aquém da taxa consolidada em 2010, o crescimento da produção industrial indiana em fevereiro foi de apenas 3,6%, um resultado muito inferior ao esperado se comparado ao mesmo período do ano anterior, mostraram dados oficiais em 11 de abril.

A produção de fevereiro deste ano foi menor do que o crescimento de 3,95% de janeiro e consideravelmente inferior ao aumento de 15,1% em fevereiro de 2010, quando a terceira maior economia da Ásia foi emergindo da recessão global. Analistas esperavam que o crescimento industrial da Índia em fevereiro de 2011 girasse em torno de 5,2%.

O resultado abaixo da expectativa vem depois de oito aumentos das taxas de juros em 12 meses para domar a inflação - o arrocho monetário mais agressivo na Ásia -, que levou os fabricantes a desacelerarem a produção. A produção industrial na Índia, que representa 80% do índice industrial, subiu 3,5% em fevereiro, ante 15,1% de crescimento ao ano anterior.

O desempenho da Índia contrastava com a produção industrial da China, que cresceu 14,1% nos dois primeiros meses do ano, em comparação com o mesmo período em 2010. O governo indiano espera que a economia se expanda em 9% neste ano fiscal, que termina em março de 2012, batendo o crescimento de 8,6% registrado no ano anterior. Mas os economistas de empresas privadas acreditam que a expansão não ultrapasse 7,2% devido aos preços do petróleo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia