Nokia vai cortar 4.000 empregosA maior fabricante mundial de telefones móveis, a Nokia, anunciou nesta quarta-feira, 27 de abril, que deverá cortar cerca de quatro mil empregos em suas unidades em todo o mundo até o final de 2012, além de transferir 3.000 funcionários para a empresa de consultoria Accenture. A Nokia pretende terceirizar as atividades em parceria com a Accenture para desenvolver a plataforma de smartphone Symbian, incluindo 3.000 funcionários, até o final deste ano.

"A Nokia também planeja reduzir sua força de trabalho global em cerca de 4.000 funcionários até o final de 2012, com a maioria das reduções ocorrendo na Dinamarca, Finlândia e Reino Unido", disse a empresa. O anúncio era esperado após o executivo-chefe da empresa, Stephen Elop, anunciar em fevereiro deste ano que a Nokia iria abandonar o Symbian por uma plataforma da Microsoft, o IPhone.

Na semana passada, a Nokia informou que planeja também reduzir os custos operacionais em um bilhão de euros (EUA $ 1,5 bilhão) até 2013 em relação a 2010, através de cortes de reestruturação corporativa e de vagas de empregos. A Nokia explicou que todos os empregados afetados pelos cortes poderiam permanecer na folha de pagamento até o final deste ano.

"Esta é uma realidade difícil, e estamos trabalhando junto com nossos colaboradores e parceiros a fim de identificar programas de longo prazo de reemprego, abrangendo os talentos da Nokia", disse Elop. Os atuais funcionários que trabalham com o Symbian Nokia na Finlândia, China, Índia, Grã-Bretanha e os Estados Unidos serão transferidos para a Accenture, segundo a companhia.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas