A Microsoft está comprando a empresa prestadora de serviços de internet e telefonia, a Skype, por US $ 8,5 bilhões de dólares, em uma ação em resposta a uma maior presença em um mercado online dominado pelo Google e pelo Facebook. A aquisição da Skype, que também teria atraído o interesse da Cisco, Google e Facebook, é o maior da gigante de desenvolvimento de software dos Estados Unidos.

A Microsoft informou que a empresa Skype vai se tornar uma nova divisão de negócios dentro da Microsoft, com o CEO da Skype, Tony Bates, assumindo o cargo de presidente da Divisão Microsoft Skype, reportando-se diretamente ao presidente da Microsoft.

Dezenas de milhões de pessoas usam o Skype para fazer chamadas de baixo custo em telefonia gratuita através da Internet, utilizando seus computadores ou smartphones. A Skype ultrapassa a rede telefônica padrão, por intermédio de chamadas VoIP e vídeo chamadas por meio da Internet.

A compra do Skype pode ser uma forma de a Microsoft promover sua imagem no mundo dos negócios de software e alavancar-se no mercado de smartphones, que está aquecido no momento em que os estilos de vida se atrelam à Internet móvel.

A maior aquisição da Microsoft até este momento havia sido a compra da empresa de marketing digital aQuantive, em 2007, por US $ 6,3 bilhões. A Microsoft tentou sem sucesso comprar a Yahoo!, em 2008, por US $ 47,5 bilhões, em outra tentativa de ampliar seu mercado online.

A Microsoft e a Skype confirmaram que o acordo foi aprovado pelos conselhos de administração de ambas as companhias, sendo que a Microsoft possui sede em Washington, e a Skype, sediada em Luxemburgo, é propriedade do grupo de investidores Silver Lake.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas