Processo de extração de óleo de xistoO processo de extração de óleo de xisto de pode ser classificado como um procedimento não-convencional de extração de óleo. Este método antecede a extração do óleo cru, na prática, e fornece uma forma sintética de petróleo, que é derivado de um tipo de rocha sedimentar chamado xisto betuminoso. É a principal fonte alternativa do petróleo, que está sendo alvo de extração em todo o mundo. Neste artigo, será apresentado um breve panorama do processo de extração de xisto betuminoso e seus tipos.

O que é o óleo de xisto?

A fonte de óleo de xisto são finas rochas sedimentares chamadas xisto betuminoso. O petróleo é aprisionado em forma sólida no interior destes depósitos sedimentares sob a forma de quantidades significativas de "querogênio”. O querogênio é uma mistura solidificada de compostos orgânicos, que libera o óleo cru e o gás natural, ao ser aquecido no interior da crosta terrestre. Assim, pode-se dizer que o querogênio é o precursor de petróleo e do gás natural. Quando o querogênio não é submetido ao calor e fica depositado em altas concentrações, quando ocorre a sedimentação na superfície da Terra, forma rochas de xisto betuminoso. O processo de extração do xisto betuminoso imita a formação de petróleo na crosta da Terra, sendo que grandes depósitos inexplorados do xisto betuminoso foram encontrados em muitos países, como os Estados Unidos, por exemplo. Estima-se que existem bilhões de barris de petróleo potencialmente recuperáveis em depósitos de rocha de xisto betuminoso em todo o mundo. Essa estimativa excede o total de reservas comprovadas de petróleo bruto, encontradas em todo o mundo. Países como a China, Estônia, Alemanha, Brasil e Rússia têm conseguido estabelecer suas indústrias de refino de óleo de xisto e fazer um uso extensivo do produto como um combustível de baixo grau.

Tipos de extração de óleo de xisto

A extração de óleo de xisto é diferente da extração de petróleo, que na maior parte resume-se à perfuração de petróleo. Após a perfuração em bolsões de petróleo no subsolo, o material é extraído para a refinação e posterior utilização. Por outro lado, o processo de extração de xisto betuminoso é diferente, porque os depósitos de rocha sólida que contêm querogênio precisam ser aquecidos a fim de produzir uma forma impura de petróleo (óleo de xisto), que deve continuar sendo processado.
A técnica de extração de xisto betuminoso envolve o processamento do xisto betuminoso para extrair o querogênio contido e transformá-lo em óleo de xisto através dos métodos de pirólise, dissolução térmica ou de hidrogenação. O óleo de xisto extraído é posteriormente tratado por meio de hidrogenação e nitrogenização.

O método mais comum é a pirólise, que abrange o aquecimento de matérias-primas para converter o querogênio em vapores de óleo de xisto através da decomposição. Os vapores de óleo de xisto, em seguida, são coletados por meio de destilação e são aperfeiçoados.

Xisto betuminoso O processo de extração de petróleo de xisto processos é dividida em muitos tipos. Esses tipos podem ser classificados como: extração em pirólise, hidrogenação e dissolução térmica. Eles também podem ser amplamente divididos em dois métodos que pode ser chamado de "Ex Situ“ e “In Situ”.

Processo de extração do xisto de óleo ex situ

No processo de extração do xisto de óleo ex situ, o xisto é extraído e depois transportado para uma fábrica de processamento. Naturalmente, o custo do transporte de matérias-primas constitui grande parte do custo total deste tipo de tecnologia para a exploração do petróleo de xisto. Algumas das tecnologias utilizadas na extração de óleo de xisto ex situ são chamadas de combustão interna e tecnologias de fluido reativo, entre outras.

Processo de extração do xisto de óleo in situ

Os processos de extração de petróleo in situ envolvem o aquecimento dos depósitos de xisto betuminoso no local e, em seguida, a extração de óleo de xisto é feita através de poços de petróleo. Há preocupações ambientais sobre a poluição do ar causada pela extração do xisto, bem como sobre a coleta dos resíduos e o uso intenso de água, o que é exigido por esses métodos de extração de óleo de xisto. Além disso, essas técnicas têm um custo muito maior em comparação com os processos convencionais de extração de petróleo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás