As vendas de aço para o mercado doméstico vão encerrar 2004 com crescimento de 16,2% em relação ao ano passado, segundo o Instituto Brasileiro de Siderurgia (IBS). A demanda interna deve somar 17,9 milhões de toneladas. Os números são recordes do setor. A produção de aço bruto deve encerrar o ano em 32,9 milhões de toneladas, crescimento de 5,7% em relação a 2003. O aumento das vendas internas significou também queda nas exportações de 7,3% sobre o último exercício. Ao todo serão fechadas este ano vendas de 12 milhões de toneladas. O número representa 60% da demanda interna atual.

Apesar da queda em volume, as receitas terão aumento de 28,2% em relação a 2003 e devem somar US$ 5 bilhões. Houve aumento das exportações de produtos de maior valor agregado como aços galvanizados e inoxidáveis. As importações devem encerrar o ano com 510 mil toneladas, o que representa queda de 7,3% em relação a 2003. O consumo aparente deve atingir 18,4 milhões de toneladas este ano, total 15,3% acima do ano anterior.

Autor(es): Estado de Minas

facebook      twitter      google+

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia