Aquecimento global e dióxido de carbono (CO2)O aquecimento global resulta do efeito do que é chamado de "efeito estufa". O dióxido de carbono (CO2), o metano, o vapor d'água, o óxido nitroso são os principais gases causadores de efeito estufa. A principal característica do efeito estufa é permitir que a radiação solar (calor) entre no ambiente terrestre com facilidade, mas sem permitir que esta mesma radiação de calor seja irradiada de volta para a atmosfera. Semelhante a um efeito de estufa, a atmosfera permite que a radiação solar possa aquecer a Terra e diminuir o calor irradiado para de volta para o espaço. Esse efeito estufa é essencial para sustentar a vida na Terra.

Agora, devido ao aumento do nível de gases de efeito estufa, a capacidade da atmosfera de interceptar e reter o calor aumenta mais do que o necessário. Como resultado, a temperatura média da Terra se eleva e este fenômeno natural é conhecido como "aquecimento global". É também definido como um crescimento sustentado na atmosfera que origina mudanças climáticas anormais. Na descrição a seguir sobre o aquecimento global e os efeitos do dióxido de carbono na atmosfera, há uma breve explicação a respeito dos efeitos do aquecimento global e da emissão de CO2 na atmosfera.

Usinas

As usinas de energia são os principais contribuintes para o aumento do nível de emissões de dióxido de carbono na atmosfera. As plantas industriais para geração de eletricidade pela queima de combustíveis fósseis em larga escala produzem grandes quantidades de CO2. O carvão é conhecido por ser responsável por aproximadamente 93% das emissões nas usinas. O gás natural produz 80% menos carbono por unidade de energia do que o carvão. Esse impacto sobre o ambiente resulta no ritmo acelerado de crescimento do aquecimento global.

Veículos

A queima de combustível em motores a gasolina e diesel produz cerca de 20% do dióxido de carbono emitido na atmosfera. Veículos e motocicletas esportivos geram mais emissões do que os veículos convencionais.

Produção de CO2 devido ao desmatamento

O desmatamento crescente é também um dos principais culpados pelo aquecimento global. As árvores e plantas absorvem uma enorme quantidade de CO2 da atmosfera e liberam de volta o oxigênio. Então, se não há árvores, não haverá absorção deste gás do aquecimento global e, portanto, a situação piora ainda mais. Enquanto o mundo avança rumo ao desenvolvimento, as florestas estão desaparecendo da face da Terra. A consequência da urbanização é o desmatamento da terra, causando erosão do solo e aquecimento do ambiente.

Aquecimento global Efeitos negativos do aquecimento global: Aumento do nível do mar

Conforme a Terra se aquece mais, as calotas polares se derretem e aumentam os níveis de água nos mares e oceanos. Estima-se que a fusão de todas as geleiras fará o nível da água subir para cerca de 230 metros nos próximos anos. Além disso, calotas são formadas de água doce e sua fusão com as águas de mares e oceanos culminaria em desequilíbrio do ecossistema. Isto porque, as calotas polares vão dessalinizar a água e torná-las menos salgadas. Este processo irá perturbar as correntes oceânicas e, portanto, a regulação da temperatura. As calotas de gelo refletem uma boa parcela da luz solar de volta ao espaço, mas o derretimento do gelo pode deixar os oceanos e mares totalmente expostos à radiação solar.

Furacões

Devido ao derretimento das calotas de gelo, os oceanos absorvem mais calor, resultando em águas mais quentes. Isso vai favorecer a formação de furacões mais intensos e mais incidentes.

Doenças e seca

Algumas regiões da Terra se aquecerão drasticamente devido ao aquecimento global, e terão de enfrentar mais incidências de doenças, além da seca. Essas áreas podem sofrer de maior infestação por insetos transmissores de doenças e ondas de calor.


Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente