Durante a 13ª FEIMAFE- Feira Internacional de Máquinas-Ferramenta e Sistemas Integrados de Manufatura, evento que acontece em paralelo à feira QUALIDADE 2011 - Feira Internacional do Controle da Qualidade, no Pavilhão de Exposições do Anhembi, em São Paulo, a TEX Equipamentos Eletrônicos aproveita a presença na maior feira do setor de máquinas-ferramenta da América Latina para gerar visibilidade para seus produtos e estreitar o contato com os clientes. No estande da empresa, podem ser conferidos diversos produtos da marca TEX, sendo os principais:

  • Bombas de pressão TEX: Esses equipamentos atingem a marca de até 150bar de pressão pneumática ou 700 bar hidráulica, e servem para uso em campo ou laboratório e geração manual de pressão para o funcionamento de calibradores.
  • Regulador Eletrônico de Pressão Inteligente – REPi: possui capacidade de regular pressões estáticas e dinâmicas de gases inertes com precisão de 0,2%.
  • Manômetros Articulados TEX: possuem engate rápido, com exatidão de 0,25%FE, conexão USB para coletar dados e cabeça articulada.
  • Calibradores de pressão TEX: além de terem alta estabilidade, esses dispositivos contam com extrema exatidão e 0,02%FE e podem calibrar pressões de até 2500bar.
  • Mini-Compressor DRY-TEX: atuando como um gerador de ar comprimido laboratorial, este equipamento pode prover, com ar limpo e seco, os equipamentos mais frágeis.
  • Serviço TEXMetria: este serviço possibilita a transmissão e coleta de dados por meio de internet, sendo um serviço prático, rápido e sem custo de infra-estrutura.

Para o presidente da companhia, Mauricio Oliveira Costa, a feira é uma ótima oportunidade de mostrar aos visitantes os diversos equipamentos de medição de vazamentos e estanqueidade produzidos pela empresa e que contam com alta tecnologia. “Muitos profissionais não imaginam que o Brasil produz esses equipamentos com tecnologia nivelada aos melhores do mercado mundial”, salienta.

Quando participou da FEIMAFE na edição de 2005, a Tex Equipamentos Eletrônicos pode registrar um crescimento de 50% em sua cartela clientes, além de acrescer em 35% o faturamento daquele ano, somente em razão da feira de máquinas-ferramenta. Para este ano, levando em consideração o crescimento do Brasil, a empresa estima um salto de 40% no faturamento, uma taxa 50% maior se comparada aos resultados de 2010.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas