Basf e Grupo Ineos criam joint venture de fabricação de plásticosA gigante química BASF e o grupo britânico Ineos anunciaram no último dia 30 de maio a formação de uma nova joint venture destinada à produção de estireno, matéria-prima usada na fabricação de plásticos, transformando suas respectivas unidades em uma única entidade separada e com total autonomia.

A empresa resultante, a Styrolution, conjugará as atividades de ambos os parceiros de negócios no setor de produção de monômeros de estireno, poliestireno e outros produtos à base de estireno. Os estirenos são aproveitados, principalmente, na confecção de produtos domésticos e de escritório.

"A Styrolution será capaz de atender às necessidades de longo prazo de um mercado em rápida mudança, uma vez que compete eficazmente com grandes produtores da Ásia e do Oriente Médio", disse Jim Ratcliffe, presidente da INEOS Capitahe em uma declaração conjunta com o vice-presidente da BASF, Martin Brudermueller.

Em novembro do ano passado, a Basf e a Ineos divulgaram planos para formar a joint venture, com sede em Frankfurt, com faturamento anual de cinco bilhões de euros (6.500 milhões de dólares americanos).

O setor de poliestireno expansível não faz parte da transação, e permanecerá comandado por suas respectivas companhias. Atualmente, a Basf emprega cerca de 1.460 pessoas em suas unidades de produtos de estireno, enquanto a Ineos conta com cerca de 2.200 pessoas trabalhando para a empresa.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas