O que é Empreendedorismo Social e como ele é usado nos negóciosO empreendedorismo social se tornou um termo genérico usado para descrever uma série de atividades socialmente benéficas. De acordo com a Fundação Skoll, um empreendedor social é definido como agente de mudança da sociedade, ou um pioneiro das inovações que são benéficas para a humanidade.

O que significa ser chamado de empreendedor social?

O campo do empreendedorismo social começou em 1980 por um grupo conhecido como Ashoka. Os empreendedores sociais são os líderes que “pensam fora da caixa” e embarcam com entusiasmo em ideias inovadoras. Como líderes de negócios, eles são a força que alavanca a tendência emergente na maneira como os negócios são geridos. Nesse sentido, programas de formação ética e empreendedorismo com responsabilidade social estão surgindo com maior frequência em todo o mundo.
Bem-sucedidos, os chamados empreendedores sociais estão sendo homenageados por sua contribuição. No entanto, muitas vezes são necessários longos anos de estrada para que as pessoas percebam e apreciem a aplicabilidade dos conceitos de inovação e de empreendedorismo. O longo tempo para o desenvolvimento dos negócios envolvidos no empreendedorismo social explica por que, por vezes, os programas hoje existentes ficam aquém das expectativas.

Pontos negativos do termo “Empreendedorismo Social”

Empreendedorismo SocialA atual popularidade do termo empreendedorismo social cria um desejo crescente nas empresas e grandes organizações de ser vistas não apenas como éticas, mas, especialmente, como inovadoras na área da ética. Alguns líderes e gestores de negócios, ansiosos para se beneficiarem da denominação “ empreendedor social”, elaboram planos com base no conceito verde, com a esperança de lucrar com isso. Mas esta não é a diretriz que permeia esta idealização.

O foco do empreendedorismo social não é na lucratividade e sim na comunidade. Para alcançar o sucesso, o empreendedorismo social deve seguir à risca alguns importantes pilares, como a preservação das culturas locais, a cooperação, a autogeração de empregos e, consequentemente, de renda para as comunidades locais, a implantação e a prática de novos métodos de inserção social, bem como o estímulo à adoção de condutas responsáveis, sustentáveis e éticos.

O que distingue o Empreendedorismo Social da Responsabilidade Social Corporativa

A responsabilidade social corporativa abrange a idéia de gerenciar os negócios de modo que se consiga obter lucros e, ao mesmo, tempo, manter uma gestão ética perante a sociedade, aos parceiros e pessoas diretamente ligadas à empresa e à própria corporação. O empreendedorismo social, por outro lado, existe com o objetivo de alcançar aqueles que precisam.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Responsabilidade Social
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Responsabilidade Social