Reciclagem industrial: Economia com muitas vantagensNas últimas três décadas, a reciclagem tem ganhado um grande destaque em todos os meios, especialmente na indústria, por ser um método barato e eficaz de reaproveitar materiais e economizar energia na fabricação de novos produtos. No início, a reciclagem industrial começou como um meio para muitas empresas de manufatura de disporem de seus subprodutos, em conformidade com os regulamentos de segurança e com as normas ambientais. Para as empresas, o transporte de resíduos perigosos era caro e representava muitos riscos de segurança.

Os problemas surgiram, especialmente, quando os aterros atingiram a capacidade máxima e já não podiam mais receber enormes volumes de materiais descartados. A ideia da reciclagem de materiais perigosos e não perigosos foi resultado das longas negociações entre empresas privadas e órgãos públicos, que buscavam alternativas para os aterros sanitários superlotados em prol do meio ambiente.

Reciclagem industrial e lucratividade

A maioria das empresas com problemas em descartar grandes volumes de resíduos percebeu que grande parte desse material poderia gerar algum lucro, ainda que pequeno, caso fosse devidamente reciclado. As companhias também se alertaram de que a reciclagem industrial é um processo aplicável a uma vasta gama de materiais, que vão desde os metais como o cobre, o aço, o alumínio, passando pelo vidro, papel, madeira e derivados de plásticos e metais nobres.

Hoje, a reciclagem industrial tem provado ser um dos meios mais rentáveis de recapturar os resíduos industriais para reutilização, e por isso mesmo passa a receber mais investimentos. Além disso, muitas empresas s empenham em projetos e estudos de desenvolvimento para descobrir novas técnicas mais eficazes de reciclar material industrial, que permitam um processo de reciclagem em menor tempo e com mais economia de energia.

Reciclagem industrial de borrachaComo acontece a reciclagem industrial

Os diversos métodos de reciclagem industrial que podem ser aproveitados dependem dos produtos a serem reciclados. A reciclagem de resíduos de metais nobres abrange algumas etapas importantes, como a trituração desses metais e a conseqüente purificação destes metais. Esses metais preciosos reciclados são então utilizados pelas indústrias eletrônicas, pelas refinarias petrolíferas e pela indústria aeronáutica.

Outros tipos de reciclagem industrial, que envolve a reciclagem de vidro, borracha, metais e plásticos, exigem que esses materiais sejam, primeiramente, triturados e, dependendo do uso final, podem ser reciclados e transformados ou liquefeitos com base em processos químicos. A borracha reciclada, por exemplo, pode ser reaproveitada para a fabricação de um amplo leque de produtos. A borracha pode ser liquefeita para uso na pavimentação de rodovias ou para a produção de vários tipos de produtos industriais, como pneus, ferramentas ou artigos de decoração e objetos domésticos.

Metais como o alumínio são reciclados e formados em lâminas de metal, de modo que seja reaproveitado na fabricação de peças e utensílios domésticos, entre outros produtos. Já a reciclagem de papel requer várias etapas, uma vez que o papel deve ser previamente embebido com substâncias químicas, geralmente o cloro, com a finalidade de remover tintas de impressão e tintas de cor; depois o papel é liofilizado e utilizado em uma infinidade de produtos domésticos e comerciais.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente