A gigante industrial farmacêutica Pfizer e a Zhejiang Hisun Pharmaceuticals, uma empresa da indústria farmacêutica com sede na China, anunciaram em 03 de junho que irão se unir para formar uma joint venture com o objetivo de "reforçar a capacidade de ambas as empresas em atrair mais clientes, apostando na alta qualidade e baixo custo dos medicamentos na área de genéricos de marca Pfizer ", segundo um comunicado divulgado pela Pfizer.

Na China, os genéricos representam 60% do mercado doméstico, segundo a Pfizer. Com uma população superior a 1,3 bilhão e a crescente taxa de urbanização, o país deverá se tornar o segundo maior mercado farmacêutico em 2015. O fornecimento de alta qualidade e os cuidados de saúde acessíveis a pessoas de todas as faixas etárias se tornaram duas das principais metas de reforma do setor de saúde chinês.

"O anúncio de hoje demonstra o compromisso da Pfizer em reformar a política pública de saúde na China", afirmou David Simmons, presidente e gerente geral de Mercados Emergentes da Pfizer. "O potencial desta joint venture seria um marco importante para os esforços da Pfizer em ampliar o alcance da sua soluções de saúde de classe mundial na China, e também servir de apoio à indústria da China".

A Pfizer lidera o ranking de vendas na China, seguida pela AstraZeneca e pela SanofiAventis, de acordo com um estudo realizado pela IMS Health.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas