Emissões de enxofre no meio ambienteAs emissões de enxofre ocorrem quando o gás de enxofre é liberado na atmosfera durante os períodos de produção nas usinas, fábricas e até mesmo por veículos. O principal componente dessas emissões é um produto químico, dióxido de enxofre, um composto incolor, não inflamável, utilizado em vários processos industriais, embora também seja produzido naturalmente pela atividade dos vulcões. É extremamente tóxico para os seres humanos, seja na forma de gás ou líquido.

O dióxido de enxofre é usado frequentemente nas plantações vinículas destinadas à fabricação de vinhos, agindo como um produto inseticida, como conservante e como desinfetante antimicróbicos. O gás dióxido de enxofre também é aproveitado como conservante de frutas secas, como um agente de redução ou de branqueamento e na produção de ácido sulfúrico. Uma vez que o dióxido de enxofre é tóxico quando ocorre seu vazamento no ambiente em grandes quantidades, esse tipo de gás deve ser sempre manuseado por um profissional, como médico, cientista ou técnico de laboratório.

A combustão do petróleo e do carvão também é responsável por gerar emissões de enxofre, já que normalmente contém compostos de enxofre. Uma vez que estes compostos na atmosfera se oxidam ao entrar em contato com o oxigênio, eles também podem reagir com a água, dando origem à chuva ácida. Ambas as reações químicas têm sido motivo de preocupações com a saúde da população, pois seus derivados são considerados poluentes fortes. Essas substâncias têm sido associadas a doenças graves, como ataques do coração, asma e outros problemas respiratórios.

Emissões de gás de enxofre nas usinasEstas emissões de gás de enxofre têm um forte impacto ambiental. A névoa escura sobre muitas cidades geralmente é causada, em parte, pelas emissões do gás. A chuva ácida produzida durante as reações químicas entre o dióxido de enxofre e a água acaba danificando vários ecossistemas, incluindo as florestas e as terras agrícolas. Alguns especialistas ainda alertam que as emissões de enxofre representam um perigo maior do que as emissões de carbono no meio ambiente.

Alguns cientistas afirmam que, em questão de semanas, a maior parte do enxofre na atmosfera pode ser essencialmente eliminada simplesmente ao interromper as operações nas usinas, por exemplo. No entanto, uma vez que a queima do carvão, um dos principais combustíveis fósseis usados na geração de energia, para produzir eletricidade para uso humano, mesmo com a desvantagem de provocar a emissão de gases tóxicos, a solução de cessar o funcionamento de uma usina é mais difícil do que parece. No entanto, os cientistas, em colaboração com os governos e autoridades do mundo todo, continuam trabalhando para resolver os problemas propiciados pelas emissões de enxofre. Algumas soluções propostas abrangem a dessulfurização dos gases de combustão, utilizando o ferox como um aditivo de combustível para reduzir as emissões, além de promover o desenvolvimento de novas fontes de energia alternativas, como a energia solar.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente