Vantagens do uso de oxidantes térmicosOs oxidantes térmicos são equipamentos usados dentro de um método de controle da poluição de ar, de forma a reduzir pequenas partículas de combustíveis sólidos ou líquidos que são dispersos no ar. O ar circulante em ambientes industriais pode ser altamente poluído, e, por isso, os oxidantes servem para oxidar (queimar) este ar poluído e carregado de partículas contaminantes, com o objetivo de que ar de escape contenha pouco carbono. Os oxidantes térmicos são por vezes classificados em não-oxidantes, que usam o aquecimento lento para incinerar poluentes, e oxidantes térmicos diretos, que usam pequenas chamas. A oxidação térmica também pode incluir um processo chamado oxidação catalítica. Na oxidação catalítica, os compostos orgânicos passam por um material de suporte revestido com um catalisador, geralmente um metal nobre, como platina ou ródio, que estimula os poluentes no ar a serem queimados. Os oxidantes catalíticos são capazes de quebrar poluentes em temperaturas muito inferiores se comparados aos oxidantes térmicos, justamente porque falta a ação catalítica aos oxidantes térmicos.

Tipos de oxidantes térmicos A diferença mais significativa entre os tipos de oxidantes térmicos é se eles são regeneradores ou recuperadores. Os oxidantes térmicos regeneradores, ou regenerativos, usam aquecedores de transferência de calor de cerâmica para recuperar o máximo de energia possível do processo de oxidação - muitas vezes até 90% a 95%. Estes aquecedores agem como trocadores de calor, acoplados a uma câmara de retenção, onde os produtos orgânicos são oxidados. Um oxidante de recuperação térmica utiliza um trocador de calor sob a forma de uma placa, ou um tubo de calor de admissão de ar com a energia térmica a partir do processo de oxidação. Estes sistemas são menos eficientes do que os oxidantes térmicos regenerativos, apenas recuperando cerca de 50% a 75% do calor gerado.

Uma tecnologia utilizada para aumentar a eficiência dos oxidantes térmicos envolve os concentradores de rotor. Os concentradores de rotor reduzem a quantidade total de ar que passa através do sistema e aumentam a concentração de compostos orgânicos no fluxo de oxidação. O ar poluído de entrada flui através de um rotor que gira continuamente, sendo coberto com um agente adsorvente. Então, um ar mais limpo flui para a atmosfera.

O parâmetro mais importante para classificar os oxidantes térmicos e os oxidantes de catalisador é a sua eficiência de destruição, que normalmente varia entre 90% e 99%. Quanto maior a eficiência da destruição, menos poluentes serão liberados na atmosfera. A unidade comum para especificar a eficiência de destruição é mensurada em miligramas por metro cúbico de compostos orgânicos voláteis. Para atingir estes coeficientes de destruição a níveis bastante eficientes, os oxidantes catalíticos operam a 204-316 °C, e os oxidantes térmicos, a 538-982 °C.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Máquinas & Equipamentos
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Máquinas & Equipamentos