O que são hidrocarbonetos aromáticosOs hidrocarbonetos aromáticos são uma classe de substâncias químicas caracterizadas por possuírem estruturas moleculares chamadas de anéis de benzeno. O tipo de hidrocarboneto aromático mais simples é o benzeno, e a estrutura deste hidrocarboneto emprestou seu nome para o anel de benzeno. Muitos hidrocarbonetos aromáticos são tóxicos, e estão, infelizmente, entre os mais difundidos poluentes orgânicos que afetam o meio ambiente.

Um hidrocarboneto é um composto químico que contém somente hidrogênio e carbono. Além dos hidrocarbonetos aromáticos, existem ainda na natureza os hidrocarbonetos saturados e insaturados. Alguns tipos de hidrocarbonetos também podem conter vestígios de impurezas, como é o caso de alguns hidrocarbonetos aromáticos. No caso dos tipos de hidrocarbonetos aromáticos, essas impurezas provocam aromas distintos, por isso o nome "hidrocarbonetos aromáticos." De fato, nem todos os hidrocarbonetos aromáticos apresentam algum odor; em verdade, o cheiro que era atrelado ao anel de benzeno é causado pela presença de impurezas.

Um anel de benzeno é uma estrutura molecular que é criada quando seis átomos de carbono se agrupam uns com os outros, formando um anel. Cada átomo de carbono tem quatro elétrons, dois elétrons se ligam aos átomos de carbono vizinhos, enquanto o terceiro átomo se liga a um átomo de hidrogênio. O quarto átomo é conhecido como um elétron deslocalizado, o que significa que não está diretamente envolvido com um átomo específico. Os anéis de benzeno são reconhecidos como formas hexagonais, com um círculo no meio para representar esses elétrons deslocalizados. O benzeno surge como uma forma particularmente tóxica de hidrocarboneto aromático.

Hidrocarbonetos policíclicos aromáticosQuando os anéis de benzeno se compõem, eles podem desenvolver uma variedade de hidrocarbonetos aromáticos, incluindo os chamados hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs), ou hidrocarbonetos poliaromáticos. Estes hidrocarbonetos aromáticos são criados através da combustão incompleta, razão pela qual eles são tão amplamente distribuídos no ambiente natural. A maioria das instalações de fabricação, por exemplo, inclusive as refinarias, a indústria química e a indústria do petróleo, utiliza a combustão em suas operações, potencialmente geradoras de grandes quantidades de HPAs. Alguns HAPs(hidrocarbonetos aromáticos policíclicos) são extremamente tóxicos, o que pode levar a sérios problemas de saúde a quem fica exposto quando essas substâncias são depositadas em grandes quantidades em locais inadequados e sem a proteção devida.

Um hidrocarboneto aromático pode ser conhecido sob a forma abreviada de HA ou como um areno. Uma grande variedade de compostos é classificada como arenos e seu potencial de dano é baseado em sua estrutura molecular. Sem dúvida, as pessoas interagem com uma variedade de hidrocarbonetos aromáticos todos os dias sem estar cientes disso, e dependendo do estilo de vida e das atividades de cada indivíduo, ele também poderá ser exposto a arenos prejudiciais, como o benzopireno, um HAP encontrado no tabaco e no alcatrão dos cigarros.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás