Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Novelis nasce no país com receita de US$ 620 milhões

Mais notícias relacionadas a economia:

Definição de otimização restrita
Na microeconomia de uma empresa, conceito de otimização é usado para maximizar a produção e ...


O que é capital de risco verde
Junto com a ênfase na natureza ecológica da operação comercial, empresas que buscam capital de ...


Definição de valor contábil
Dois dos principais fatores que entram no cálculo do valor escrito, ou contábil, são depreciação ...


A Novelis Inc., a mais nova multinacional de produtos laminados de alumínio, que iniciou suas operações ontem em quatro continentes, projeta crescimento da demanda no mercado brasileiro de pelo menos 5% neste ano. Por conta disso, a empresa acredita que as exportações a partir do Brasil vão ficar no mesmo patamar do ano passado, em US$ 200 milhões. 'Desde o segundo semestre o consumo interno acelerou', afirma Antonio Tadeu Coelho Nardocci, presidente da Novelis América do Sul, baseada em São Paulo.

A nova companhia é resultado da cisão dos ativos de produtos laminados da canadense Alcan Inc., com exceção de material altamente sofisticado, como componentes para o setor aeroespacial. O que ficou com a Novelis somava, em 2003, vendas de US$ 6,2 bilhões, equivalente a cerca de 25% da receita global da Alcan, considerando a compra da francesa Pechiney.

Sem participação da Alcan no capital, a empresa nasce com ações negociadas nas bolsas de valores de Toronto e Nova York.

No mundo, a companhia atuará em quatro mercados - América do Norte, América do Sul, Europa e Ásia - que reúnem 12 países. A Novelis começa a operar com quase 14 mil empregados, dos quais 2,1 mil no Brasil. A produção anual soma 2,47 milhões de toneladas.

A subsidiária brasileira da Novelis, que herdou cerca de 85% da receita da Alcan Brasil no ano passado, tem uma característica sui generis. É a única unidade que tem entre seus ativos produção de bauxita e alumina e duas fundições de alumínio primário e hidrelétricas. Nardocci explica que a produção do metal, em Ouro Preto (MG) e Aratu (BA), está integrada às duas unidades de laminação de chapas e folhas, em Santo André e Pindamonhangaba. 'Não faria sentido desmembrar, pois 80% do metal supre as duas fábricas.'

As operações brasileiras têm previsão de movimentar este ano 305 mil toneladas de produtos, com receita de US$ 620 milhões. Desse valor, um terço será obtido com exportações, principalmente de chapas para fabricação de latas de cervejas e refrigerantes. 'Temos vendido grande parte do produto para os Emirados, Arábia Saudita e Jordânia', informa Nardocci. O volume neste ano deve ficar em torno de 75 mil a 80 mil toneladas.

Segundo Nardocci, citando dados da Associação Brasileira do Alumínio (Abal), o mercado interno de produtos transformados tinha previsão de fechar 2004 com aumento de 10,7%. Em latas, segundo os fabricantes, a alta foi de 6% e a perspectiva para 2005 é de novo crescimento.

Com base nisso, a Novelis projeta aumento de vendas totais de 5% sobre as 290 mil toneladas do ano passado. 'A melhoria da renda e o crescimento do PIB e das exportações do país incrementaram a demanda de alumínio nos setores automotivo, de bebidas e embalagens, informa o executivo.

'Meu maior desafio à frente da Novelis Brasil será, fora do guarda-chuva da Alcan, criar uma identidade própria para a Novelis e manter a liderança de desenvolvimento e tecnologia no mercado de laminados', diz Nardocci. Paulistano de 47 anos, ele é engenheiro metalúrgico, com pós-graduação em Administração e especializações na Kellog's, em Chicago, EUA, e na Insead, França. Na Alcan, foi durante um ano e meio responsável pela área de laminados na Malásia e teve duas passagens de quatro meses na Inglaterra e no Japão.

Declarando-se sempre 'otimista', o executivo disse que outro desafio seu é dominar as operações ligadas à mineração de bauxita e produção de alumínio. 'Durante 21 anos fui um homem do negócio de laminação.'

Ficaram também a seu cargo nove hidrelétricas próprias, que têm potência de 117 MW e respondem por 33% da energia consumida pelas unidades da companhia. Em estudo está também o projeto da usina de Candonga/Barra dos Coqueiros, no rio Claro, em Goiás, um projeto de US$ 120 milhões com potência de 155 MW. Se aprovado no 'board' da Novelis, vai garantir, a partir de 2008/2009, que a empresa gere 60% da energia consumida.

A nova empresa prevê investir neste ano US$ 26 milhões no Brasil em ampliação e modernização de linhas. O nome Novelis surgiu da fusão de três palavras: novidade, velocidade e precisão.

Infomet

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a economia:

Governo incentiva indústria farmacêutica

Foi lançado na última quinta-feira (11/4) um pacote de medidas com o objetivo de impulsionar a indústria brasileira no setor de saúde. A iniciativa do Governo ...
O que é liquidação na economia

Liquidação é o processo de tomada de ativos reais de um negócio para transformá-los em dinheiro, seja para pagar dívidas ou para obter um lucro pessoal. A ...
Definição de Integração Econômica

A integração econômica é um processo em que as barreiras ao comércio são reduzidas ou eliminadas para facilitar o comércio entre as regiões ou na ...
O que é colapso econômico

Um colapso econômico é uma situação em que a economia local, regional ou nacional passa por uma crise dramática, que afeta negativamente a capacidade das pessoas que vivem ...
O que é Mercantilismo

Mercantilismo é uma das maiores teorias econômicas que diz que a riqueza de uma nação pode ser medida pelo seu pronto fornecimento de capital. O mercantilismo afirma que a ...
O que é democracia econômica

Democracia econômica é uma filosofia de socioeconomia. Socioeconomia é o estudo e a exploração da economia quando vista no contexto de valores sociais humanos, comportamentos e interações. Dentro deste ...
JPMorgan nomeia novo presidente global de mercado de capitais

JPMorgan Chase & Co. (JPM), o maior banco dos EUA em ativos, continuou insuflando a gestão em seu banco corporativo e de investimentos, nomeando Kevin Willsey como o novo presidente ...

Economia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Economia


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google