Metal mecânica: o que é martensitaNo setor metal mecânico, a martensita é uma forma dura e frágil de aço com uma estrutura cristalina tetragonal, criada por um processo chamado de transformação martensítica. Foi nomeada assim após o metalúrgico Adolf Martens (1850-1914) descobrir sua estrutura sob seu microscópio metalográfico durante sua pesquisa, e explicou como as propriedades físicas dos diferentes tipos de aço foram afetadas por suas estruturas cristalinas microscópicas. A martensita é encontrada em ferramentas como martelos e cinzéis, além de espadas.

A martensita é feita a partir da austenita, uma solução sólida de carbono e ferro com um formato centro-estrutural cristalino cúbico, que é formado pelo aquecimento de ferro a uma temperatura de pelo menos 723 graus Celsius. A transformação martensítica ocorre quando a austenita é rapidamente resfriada em um processo conhecido como têmpera. A rápida queda de temperatura aprisiona os átomos de carbono dentro da estrutura cristalina dos átomos de ferro antes que eles possam se dissipar para fora, resultando em uma ligeira distorção da forma destas estruturas, aumentando a dureza do aço.

O aço martensítico resultante é extremamente rígido, mas muito frágil. Assim, a martensita é então aquecida em um processo chamado têmpera, que faz com que a martensita se transforme parcialmente em ferrita e cementita. Este aço temperado é mais resistente e mais maleável do que a martensita pura, por isso é mais adaptado ao uso industrial.

A martensita revenida também é mais rígida, e por isso é comumente empregada na produção de ferramentas de aço, em que a resistência à abrasão e à deformação são fatores fundamentais. É um componente comum em peças de máquinas, matrizes de forjamento e ferramentas manuais como martelos e cinzéis. O aço temperado contendo silício é aproveitado na confecção da mola de aço, que têm uma força de rendimento muito alta, além de poder ser torcida e dobrada sem apresentar deformação permanente.

O aço inoxidável martensítico contém de 12 a 14 por cento de cromo em massa, além de pequenas percentagens de níquel, molibdênio e carbono. Ele tem menos resistência à corrosão do que outras formas de aço inoxidável, mas é muito forte e mais usinável do que a maioria dos aços inoxidáveis. O aço inoxidável martensítico endurecido, produzido por um processo de tratamento térmico prolongado chamado de precipitação por endurecimento, tem uma força ainda maior, o que o torna valioso para aplicações militares e aeroespaciais.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica