Manufatura reversa na indústriaA manufatura reversa na indústria pode ser vista como o processo de análise de um sistema para: identificar os componentes do sistema e suas inter-relações e criar representações do sistema em outra forma ou em um nível maior de abstração. O método de manufatura reversa também envolve o desmanche de aparelhos e equipamentos eletrônicos, por exemplo, para o reaproveitamento de componentes em bom estado em outros equipamentos. Cabe lembrar que este é um processo muito importante para o meio ambiente, pois a reciclagem de peças evita o acúmulo de resíduos eletrônicos no ambiente.

O processo de manufatura reversa é muito comum em campos tão diversos como a engenharia de software, a indústria automotiva, o setor de produtos de consumo, de produtos químicos, de eletrônicos e de componentes mecânicos. Por exemplo, quando uma nova máquina chega ao mercado, os fabricantes concorrentes podem comprar essa mesma máquina e desmontá-la com o intuito de saber como ela foi construída e como funciona. Uma empresa de produtos químicos pode usar os conceitos de manufatura reversa para superar uma patente em relação ao processo de fabricação de um concorrente.

Outra razão para a manufatura reversa é restringir o tempo de desenvolvimento dos produtos e sua remontagem. Num mercado global altamente competitivo, os fabricantes estão constantemente buscando novas maneiras de reduzir o tempo de entrega dos produtos para atender a demanda de mercado. O rápido desenvolvimento de produto consiste em novas tecnologias recentemente desenvolvidas e técnicas que auxiliam os fabricantes e designers a satisfazer as exigências de redução do tempo de desenvolvimento de um determinado produto.

Projetos de manufaturada reversaAlgumas razões que explicam a necessidade de se executar a manufatura engenharia reversa em uma peça ou produto são:

  • O fabricante original de um produto já não produz mais esse produto;
  • Existe documentação inadequada do projeto original;
  • O fabricante original não existe mais, mas um cliente necessita do produto;
  • A documentação do projeto original foi perdida ou nunca existiu;
  • O fornecedor original é incapaz ou não pode fornecer peças adicionais de reposição;
  • Algumas características ruins de um produto devem ser analisadas e excluídas. Por exemplo, o desgaste excessivo pode indicar onde o produto deve ser melhorado;
  • Para fortalecer a boas características de um produto com base no longo prazo de uso dele;
  • Para analisar as características boas e ruins dos produtos dos concorrentes;
  • Para explorar novas vias de melhorar o desempenho do produto e suas características;
  • Para aplicar os métodos de benchmarking competitivo, entender a concepção dos produtos dos concorrentes e desenvolver produtos melhorados;
  • Para realizar reparos de manutenção com troca de peças, substituir materiais obsoletos ou antiquados processos de fabricação por tecnologias mais modernas e caras.

A manufatura reversa permite a duplicação de uma parte existente através da captura de dimensões físicas do componente, características e propriedades do material. Antes de implementar a manufatura reversa na planta industrial, especialmente as plantas de montagem, as análise do ciclo de vida e de custo / benefício devem bem planejadas e conduzidas, de modo a justificar os projetos de manufaturada reversa.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção