A General Motors, nesta terça-feira, 05, informou que suas vendas na China aumentaram 5,3% no primeiro semestre de 2011, batendo um recorde de vendas de 1.270.000 veículos. As vendas de junho foram de 193.878 unidades, impulsionadas pela forte demanda por automóveis de passageiros produzidos pela Shanghai GM, uma joint venture formada entre a GM e a maior montadora da China, a SAIC Motor.

"A demanda doméstica para as marcas Buick, Chevrolet e Cadillac atingiu o pico máximo em junho", informou a GM. O aumento em junho interrompeu dois anos consecutivos de queda nas vendas. O número de veículos comercializados pela GM e suas joint ventures foi de 190.674 unidades em maio, enquanto as vendas de abril caíram 4,6% ano-sobre-ano, para 203.367 veículos.

A China, que ultrapassou os Estados Unidos e se tornou o maior mercado mundial de automóveis em 2009, é considerado um mercado cada vez mais importante para os players globais como GM e outras empresas. As vendas de automóveis na China cresceram em mais de 32% no ano passado, representando um recorde de 18,06 milhões de unidades.


Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas