Os maiores fabricantes de automóveis alemães estão tendo um grande ano em termos financeiros. A BMW comercializou 134.432 automóveis de marca própria em junho, consolidando-se como a marca de carros de luxo mais vendida em todo o mundo.

Já a Daimler informou a comercialização de quase 131 mil carros modelos Mercedes-Benz e Smart no mês passado, um ganho anual de cerca de 6,5%, além dos 610.500 veículos distribuídos nos primeiros seis meses do ano, o que representou uma majoração das vendas de 9,7%.

No segundo trimestre de 2011, as montadoras alemãs do setor automotivo atingiram um recorde de quase 330 mil automóveis, o resultado da crescente demanda nas economias emergentes liderada por China, juntamente com a demanda sustentada nos Estados Unidos.

A Audi, que pertence à Volkswagen, entregou 99.263 veículos em junho, um aumento de 18,5% no ano. A empresa vendeu 652.950 carros para os clientes no primeiro semestre do ano, um ganho de 17,7% em relação ao mesmo período de 2010.

"A primeira metade do ano foi claramente melhor do que esperávamos - acima de tudo, devido a um forte desempenho nos mercados europeus", disse o diretor de vendas Peter Schwarzenbauer.

A Audi enfatizou que as vendas de seus veículos utilitários esportivos foram significativamente mais fortes, e a BMW acrescentou que as encomendas dos veículos SUV X3 mais do que duplicaram no primeiro semestre deste ano.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas