Como funciona um fototransistorUm fototransistor é um componente de comutação eletrônica e de amplificação mais moderno, que conta com a exposição à luz para funcionar. O fototransistor opera de modo parecido com um fotodiodo, pois apresenta maior sensitividade em relação à luz, na medida em que os elétrons produzidos pelos fótons na base-coletora são justapostos na base do transistor. Isto significa que o intervalo de operação de um transistor pode ser controlado pela intensidade da luz aplicada. O componente é comumente usado em dispositivos ópticos, tais como controles remotos, em contadores de pulso de luz e em medidores de luz.

Os modelos de transistores bipolares são uma das formas mais utilizadas de componentes eletrônicos semicondutores. Geralmente constituídos por um coletor, emissor e seções de base, um transistor regular permanecerá inativo até que ele recebe um pulso elétrico apropriado na sua entrada base. Esta entrada comuta o transistor e permite um fluxo de corrente através da seção de coletor / emissor do componente.

A forma como o transistor eletrônico conduz ou transmite esta corrente varia conforme o tamanho ou a amplitude da base. Um tipo de fototransistor funciona exatamente da mesma maneira, a não ser que dependa de luz incidente sobre a base para ativá-lo. Todos os transistores, componentes e outros tipos de semicondutores, de fato, são sensíveis à luz, por isso, o fototransistor foi otimizado para aproveitar essa característica. Estes componentes apresentam bases-coletoras transparentes, que permitem a livre captação de luz.

fototransistorOs modelos de fototransistores utilizados pela primeira vez continham materiais semicondutores simples, como germânio e silicone em sua construção. Já os componentes mais modernos usam várias combinações diferentes de materiais, incluindo de gálio e o arseneto, que emprestam níveis maiores de eficiência. A estrutura física do transistor também é otimizada para permitir a exposição à luz de forma máxima. Isso geralmente implica colocar os contatos de componentes em uma configuração off-set, de modo a evitar dificultar a entrada de luz que incide sobre a base.

Muitos controles remotos ópticos também usam essa característica para permitir que o sistema consiga transmitir uma série de instruções. O fototransistor infravermelho também é freqüentemente empregado em interruptores dependentes da proximidade de luz, tais como sensores e detectores de movimento de segurança.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Elétrica & Eletrônica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Elétrica & Eletrônica