Mineração: Características do zircônioO zircônio é um elemento metálico com o número atômico de 40 e símbolo Zr na tabela periódica. Este elemento altamente reativo não é encontrado em forma pura na natureza, sendo mais comumente isolado do mineral zircão. O zircão tem sido usado durante séculos para várias aplicações, e é comumente encontrado no Brasil, na Austrália, na Rússia e nos Estados Unidos, entre vários outros locais. Outros minerais que contêm zircônio são extraídos como um subproduto do processo de mineração em muitas regiões do mundo.

Em sua forma pura, este metal é ligeiramente prateado na aparência, maleável e altamente dúctil. É também muito resistente à corrosão, o que o torna extremamente popular na constituição de ligas metálicas. Quando uma liga precisa ser resistente à corrosão, acrescenta-se o zircônio na mistura para aumentar a durabilidade da liga. Este elemento pertence à classe dos metais de transição, um grupo de metais vizinhos na tabela periódica de elementos que inclui a prata, paládio, cobalto, cobre, zinco e níquel, entre muitos outros.

Anel de zircônia brancaApesar de o zircônio só poder ser encontrado em uma forma combinada na natureza, é muito abundante na Terra. É um elemento comum com um número de isótopos naturais e que pode ser usado em uma variedade de maneiras. Este mineral, também conhecido como zircônia quando cristalizado, é aplicado na indústria cerâmica, que usa zircônio em vários compostos de cerâmica e esmaltes. O metal também é aproveitado na fabricação de jóias, com a zircônia preta sendo uma escolha comum dos fabricantes para a confecção de anéis, justamente porque é durável e resistente à corrosão. Cabe lembrar que a pedra de zircônia muitas vezes substitui o diamante, já que possui muito brilho e bem mais barata.

Este elemento foi identificado pela primeira vez no final dos anos 1700, embora tenha levado mais tempo para ser isolado com sucesso e ser considerado um elemento químico distinto. Um cuidado especial com zircônio deve ser tomado quando o metal é muito fino, e pode ser propenso à combustão espontânea, especialmente em temperaturas mais quentes.

O contato direto com o elemento zircônio pode causar irritação na pele e nos olhos. Se expostas por tempo prolongado, as pessoas devem lavar a pele e a região dos olhos, além de consultar um médico caso a sensação de irritação persista. Este elemento também pode provocar a formação de granulomas nos pulmões se for inalado. Esses aglomerados de células do sistema imunológico são formados quando o corpo reage a partículas estranhas.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Mineração
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Mineração