Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Usina de gusa da Vale e Nucor começa a operar até outubro

Mais notícias relacionadas a empresas:

Golden apresenta lâmpadas com elevado fator de potência
Linha possibilita usar luz fluorescente em locais grandes com pé direito alto, oferecendo ótima iluminação.


Banco do Brasil facilita compra de equipamentos
BB Crédito Empresa serve para companhias que faturam até R$ 90 milhões anualmente


Honda Brasil investe em energia eólica
Novo parque de energia irá suprir toda a demanda da fábrica de Sumaré (SP) e ...


Até outubro a Companhia Vale do Rio Doce (CVRD) coloca em operação em Marabá (PA) sua unidade de produção de ferro-gusa em sociedade com a Nucor, uma das maiores siderúrgicas dos Estados Unidos. Assim, a venture Ferro-Gusa Carajás (FGC) deve aproveitar o execelente preço que o insumo vem registrando no mercado internacional. Trata-se de um investimento de US$ 80 milhões na gigantesca jazida localizada na província mineral de Carajás. A produção é estimada em 380 mil toneladas anuais.

A mineradora também deverá investir, no Pará, na construção do primeiro mineroduto voltado para o transporte de bauxita em todo o mundo. Serão necessários aportes de US$ 40 milhões só na compra dos tubos. O mineroduto vai transportar a bauxita da reserva que a Vale possui em Paragominas (PA) para a refinaria de alumina da Alunorte, em Barcarena, numa extensão de 247 quilômetros.

As obras da usina da FGC estão a toque de caixa. Já foram concluídos os trabalhos de terraplenagem e de fundação para o silo de carvão. E estão em processo de montagem dois altos-fornos, a fundação para o silo de minério e outros equipamentos. No momento 600 pessoas trabalham no projeto e na sua fase de operação a usina deverá gerar 300 empregos.

Na composição da FGC, a Vale detém 78% do capital, e a Nucor os restantes 22%. Mas no futuro a tendência é que o controle passe para o sócio porque, segundo o diretor de Desenvolvimento de Novos Projetos da Vale, Dalton Nosé, a mineradora não tem como foco atuar diretamente na siderurgia. A estratégia, no caso, é atrair um dos sócios-consumidores de seu ferro para uma linha de produção que vai fornecer o ferro-gusa, a exemplo do que a Vale tem feito em outros empreendimentos. "Estamos trazendo para o Pará um sócio importante, que vai possibilitar uma significativa exportação para a Vale. Nossa estratégia é atrair investimentos para gerar emprego e renda na região", disse ele.

De acordo com o diretor da Vale, há dois anos quando a empresa começou a estudar o projeto, o ferro-gusa estava cotado a US$ 90 a tonelada. Atualmente, beira os US$ 300. Nosé disse que a expectativa é de que o preço se mantenha este ano. Entre janeiro e novembro do ano passado, as guseiras já implantadas em Marabá haviam exportado o equivalente a US$ 199 milhões, um crescimento de 133,55% em relação ao mesmo período de 2003.

Nosé afirmou que a produção do carvão vegetal que abastecerá a unidade da FGC será toda obtida na floresta renovável de eucalipto da Celmar, no Maranhão. São 35 mil hectares de floresta plantada, com 1,3 mil a 1,5 mil árvores por hectare. Não haverá, portanto, pressão sobre a floresta nativa da região.

Já para construir o mineroduto de Paragominas a Barcarena, a Vale está comprando 39,5 mil toneladas de tubos de aço revestido, com 24 polegadas de diâmetro. Os tubos serão comprados no Brasil e na Argentina. A previsão é de que os tubos comecem a ser instalados em junho de 2005. As obras civis para a construção da usina de beneficiamento da bauxita em Paragominas já foram contratadas e os trabalhos de infra-estrutura básica iniciados.

Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a empresas:

O que é espionagem industrial

A espionagem industrial é uma tentativa de obter acesso a informações sobre planos da empresa, produtos, clientes ou segredos comerciais. Na maioria dos casos, tal conduta, especialmente quando se trata ...
Minério de ferro e ouro impulsionarão lucro da Vale

O avanço no preço do minério de ferro, que cresceu aproximadamente 23% até março, na comparação com o quarto trimestre de 2012, e o acordo ...
Kia Motors faz recall no Brasil

No dia 1º de maio, tem início o recall dos carros modelos Soul, Carens, Carnival e Sorrento (anos 2007 e 2008) e Sorento (2009 a 2011), da montadora Kia ...
Agrale apresenta caminhões na Agrishow 2013

A Agrale apresenta na Agrishow 2013 dois modelos da sua linha de caminhões, o Agrale 8700 e o 14000. A feira acontece entre os dias 29 de abril e ...
Klüber Lubrication investe na gestão do conhecimento

A subsidiária da América Latina da Klüber Lubrication, especializada em soluções com lubrificantes especiais, definiu a gestão do conhecimento como um dos principais pontos da ...
Fiat ultrapassa 5 milhões de carros flex feitos no Brasil

A Fiat ultrapassou nesta semana a marca de 5 milhões de automóveis e comerciais leves produzidos com a tecnologia Flex Fuel. Atualmente, 99% dos veículos produzidos para ...
Bener Presses lança máquina de corte laser por fibra ótica

Na Feimafe 2013, o Grupo Bener apresentará a máquina de corte laser por fibra óptica modelo BLS-F 3015/2000, da Baykal, fabricante turca representada exclusivamente desde 2011 no Brasil ...

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google