A indústria alemã Basf confirmou em 28 de julho que seu lucro líquido no segundo trimestre subiu quase% 23, chegando ao equivalente a US$ 2,1 bilhões, e confirmou sua perspectiva para o ano inteiro. As vendas subiram 14% face ao período homólogo do ano anterior, quando o grupo industrial registrou um lucro de 18,5 bilhões de euros.

No entanto, o presidente-executivo da Basf, Kurt Bock, que assumiu o posto em maio, expressou cautela, devido à forte valorização do euro face ao dólar, e em razão das crises e dívidas na zona do euro e nos Estados Unidos.

"Nós continuamos nos preocupando com o desenvolvimento do euro, bem como com a situação da dívida de alguns países europeus e dos Estados Unidos", disse Bock. Os altos preços do petróleo também pesaram sobre as novas encomendas de produtos, acrescentou.

A empresa BASF, ainda assim, espera "crescimento significativo de vendas" este ano, e conta com a previsão de um rendimento mais elevado após os descontos de impostos.


Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas