Máscaras de gás de segurançaA máscara de gás é um dos equipamentos de segurança mais importantes em certos setores industriais, especialmente nas indústrias químicos. A principal finalidade de uso de um modelo de máscara de gás é proteger o usuário para que ele não inale gases poluentes e tóxicos que estejam presentes no ar. Os materiais tóxicos podem ser gasosos (por exemplo, o gás cloro utilizado na Primeira Guerra Mundial) ou em forma de partículas (como muitos agentes biológicos desenvolvidos para armas, tais como bactérias, vírus e toxinas).

A máscara como um equipamento de segurança individual pode ser fabricado em alguns tipos de plásticos e borrachas, que são bastante rígidos e ao mesmo tempo são transparentes, garantindo a visão perfeita do usuário.

O estilo tradicional de uma máscara de gás com duas pequenas aberturas circulares para os olhos surgiu quando o único material adequado para formar essas “viseiras de proteção” era o acrólico. Mais tarde, a descoberta do policarbonato permitiu a construção de diversos modelos de máscaras de gás com uma abertura maior, a fim de ampliar a visão do usuário e proteger a visão com a mesma eficácia. Algumas máscaras têm um ou dois filtros anexados à peça. Alguns têm um grande filtro conectado à peça facial através de uma mangueira.

Máscaras de gás Os tipos de máscaras de gás têm uma vida útil limitada que está relacionada com a capacidade de absorção do filtro. Uma vez que o filtro foi saturado com produtos químicos perigosos, esse tipo de equipamento de proteção individual deixa de proporcionar proteção e o usuário pode ser ferido. Algumas máscaras de gás mais modernas usam tampões de vedação sobre a entrada de ar para impedir que o filtro se degrade antes do uso, mas a capacidade de proteção também vai se perdendo com a idade do filtro, principalmente quando ele é exposto à umidade e ao calor.

O carvão ativado é um componente comum na fabricação de filtros de máscaras de gás. É um carbono com uma área superficial extremamente elevada, que atrai todos os tipos de poluentes do ar e da água. Esses poluentes não reagem com o carbono, mas são adsorvidos por ele. Com o tempo, o carvão ativado se torna completamente revestido e ela deixa de remover os poluentes com segurança e eficácia. No entanto, o carvão pode ser reativado e restaurado ao seu estado original, cozendo o carvão em alto calor de forma a evaporar ou queimar os poluentes.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho