Usinas preparam nova alta do açoProjetos para Galvasud, CSN e V&M Tubes comprovam a eficácia da estratégia da companhia de introduzir famílias de produtos que integram o processo de produção e de negócios

Com o objetivo de tornar as plantas fabris mais eficientes e competitivas, a Siemens criou pacotes de serviços direcionados para os segmentos de papel e celulose; aço; óleo e gás; mineração; saneamento e indústria naval. Na avaliação de Marcus Fermann, diretor da divisão Siemens Industrial Solution and Services, produtos independentes já não bastam para otimizar os processos fabris atuais. “Somente com a integração de produtos e serviços padronizados é possível obter uma melhoria sustentável em processos de produção complexos, ou seja, melhorar resultados e garantir crescimento com rentabilidade”, avalia Fermann.

Para atender as necessidades de cada segmento, a Siemens montou pacotes de produtos específicos que integram soluções de automação, aplicações de Tecnologia da Informação e serviços de manutenção. As famílias foram desenhadas para atender a cada tipo processo, observando as peculiaridades desses mercados.

Para o segmento de papel e celulose, por exemplo, a Siemens lançou a família SIPAPER. Um dos produtos que compõe a solução é o Siflot responsável pela automatização total do processo. Segundo especialistas da Siemens, o papel atinge o brilho desejado sem qualquer ajuste manual. A tecnologia utiliza sensores via software. A solução também garante maior uniformidade na consistência e na qualidade da celulose para a fabricação do papel e permite, ainda, ajustes on-line para reduzir testes em laboratório e medições periódicas do estado da qualidade da suspensão do estoque.

Nas linhas de processamento do aço, a empresa introduziu ao seu portfólio a família SIMELT/ SIROLL, na qual a plataforma de automação é integrada com as linhas de tratamento e laminadores industriais. A tecnologia utiliza automação básica uniforme usando o sistema PCS7, drives integrados ao sistema de automação, sistema supervisório único e automação do processo que utiliza modelos matemáticos de redes neurais. Na Galvasud, a Siemens participou do projeto para o desenvolvimento da nova linha de Galvanização Reversível a Quente (350 mil tons/ ano de aço galvanizado), do Centro de Serviço de Corte e Centro de Soldagem a Laser. A solução oferecida pela Siemens possibilitou o consumo otimizado de zinco, através do controle de peso de revestimento.

Na CSN, no Paraná, a divisão Siemens Industrial Services forneceu o sistema elétrico e de automação de toda a planta. Na V & M Tubes – Vallourec & Mannesmann Tubes foi responsável pela manutenção elétrica de sistemas auxiliares, serviços técnicos para iluminação, motores, painéis e sistema de controle de motores/ drives.

As famílias de serviços industriais da Siemens buscam unir os processos de produção e de negócios, que antes estavam separados. “A integração e combinação de tecnologias e serviços otimizam o processo de produção e também impulsionam a eficiência comercial e a flexibilidade empresarial, aprimorando a segurança do investimento”, avalia Fermann.

A unidade de negócios Automation and Control, da qual a divisão Siemens Industrial Solutions and Services faz parte, teve um faturamento de R$ 828 milhões, no ano fiscal 02/03. O segmento de serviços industriais é considerado um dos mercados mais importantes para a unidade de negócio. O planejamento global da Siemens prevê que em cinco anos a receita gerada por serviços e soluções cresça 75% e seja responsável por 50% do total da companhia no Brasil.

Autor(es): Assessoria de Imprensa da Siemens

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação