Gestão de demanda de energiaA gestão da demanda de energia é a utilização de medidas para controlar a demanda de energia elétrica pelos consumidores, sempre com o intuito de reduzir o fornecimento e o consumo final de energia. Do ponto de vista dos serviços públicos, o controle da rede de distribuição de energia é muito mais fácil, e pode restringir o risco de apagões e outros eventos adversos. Os programas de gerenciamento de demanda energética também têm a vantagem privilegiar as leis ambientais de modo que diminui a necessidade global de energia, e a procura de fontes potenciais de energia.

Muitas empresas têm programas de incentivos que recompensa os funcionários que conseguem utilizar menos energia, e para isso adotam medidas simples, mas bastante eficazes. Estas medidas incluem desde a conscientização por meio de treinamentos que visam priorizar atitudes como apagar as luzes ao deixar um ambiente, aproveitar a luz natural do dia e a ventilação ambiente. Além disso, diversas construtoras apostam na chamada construção verde, em que edifícios são construídos com materiais ecologicamente corretos, lâmpadas econômicas, sistemas de ventilação sustentáveis e contam com sistemas de energia renovável e reciclagem de água.

demanda de energiaOs órgãos do governo também se envolvem na questão do gerenciamento de demanda de energia elétrica em todo o país. Esse trabalho inclui subsídios para as fábricas produzirem aparelhos eletroeletrônicos e eletrodomésticos de baixo consumo e também painéis solares, bem como a divulgação de campanhas com o objetivo de educar o consumidor sobre o uso responsável, consciente e sustentável da energia.

Empresas com necessidades de alto consumo de energia podem ter de enfrentar grandes desafios em relação ao consumo energético. Algumas fábricas e indústrias, por exemplo, precisam colocar em funcionamento inúmeros equipamentos e máquinas, alguns deles sendo enormes consumidores de eletricidade. Nesse caso, as próprias companhias podem fazer uso de fontes de energia renováveis, aproveitando turbinas de vento e painéis solares, ou ainda investindo em biomassa para aumentar a eficiência de energia de que tanto necessitam. A redução da demanda de energia por parte da indústria é uma medida capaz de amenizar a as sobrecargas na rede elétrica, especialmente em horários de pico de tensão.

É bom salientar que várias indústrias e instalações de fabricação de médio e grande portes fazem uso de planos de gestão da demanda de energia para limitar os riscos de apagões, aderindo a outras medidas que devem atuar como um acelerador de abastecimento de eletricidade. Ao se concentrar no âmbito da demanda da equação, essas empresas podem tentar atender todas as demandas de energia, enquadrando-as dentro da capacidade da rede. A gestão da procura de energia podem também aumentar o tempo entre as atualizações e inclusões de novas instalações diminuindo o crescimento do consumo de energia e permitindo às instalações conservarem suas reservas energéticas de forma mais eficaz.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Energia
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Energia