Uma das mais tradicionais empresas gaúchas - acaba de completar 65 anos de atividades - a Forjas Taurus, de Porto Alegre, está diversificando suas atividades. Em 2004, a empresa consolidou dois novos negócios: assumiu o controle operacional da Wotan, de Gravataí, formando a Taurus Wotan, e associou-se à Famastil, de Gramado, criando a FamastilTaurus.

Além da fábrica de armas, na Avenida do Forte, a empresa possui fábricas em São Leopoldo (Divisão de Forjados), em Mandirituba, no Paraná (Taurus Blindagens, Taurus Capacetes e Taurusplast), e outra nos Estados Unidos, principal mercado de armas leves do mundo. Hoje, a Taurus exporta para mais de 80 países e é a principal indústria do segmento na América Latina. A Taurus emprega mais de 1.700 funcionários .

Segundo Carlos Murgel, presidente da Taurus, há muito tempo o planejamento estratégico da empresa persegue a diversificação dos negócios. "O ideal seria diminuir dos atuais 60% para 40% a participação da linha de armas na holding, que já foi de 80% em 1998", explica. Além de armas, a companhia produz ferramentas, capacetes, escudos antitumulto, coletes à prova de balas e caixotes plásticos para armazenagem.

Ao assumir o controle da Wotan, a Taurus passará a desenvolver, industrializar e comercializar, máquinas operatrizes, de grande e médio porte, e seus componentes, bem como prestar serviços técnicos na área de sua atuação industrial e de tratamento térmico de metais. A empresa prepara inclusive a criação de uma campanha publicitária para "reposicionar a já tradicional marca Wotan no mercado brasileiro e latino-americano".

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas