Escória de cobre usada na construção civilA escória de cobre é um subproduto criado durante os processos de fundição de cobre e seu refino. As mineradoras e metalúrgicas, durante o processamento do cobre e de outros metais, produzem um grande volume de detritos não-metálicos, como poeira e fuligem. Coletivamente, esses materiais formam a escória, que pode ser usada para um número surpreendente de aplicações na construção civil e em diversos campos industriais.

Este material representa uma alternativa em substituição à areia, um suprimento empregado nos serviços de jateamento na limpeza industrial. Com base nas técnicas de pulverização de alta pressão, as empresas podem aproveitar as escórias formadas de cobre para limpar grandes fornos de fundição ou outros equipamentos. O método de jateamento com escória de cobre é comum também na remoção da ferrugem, de pintura e de outros materiais que formam camadas na superfície de um metal, plástico ou de uma pedra, por exemplo. Isso ajuda a preparar a superfície para receber nova pintura, ou simplesmente para remover resíduos indesejados.

A escória de cobre também ganhou popularidade na indústria da construção para uso como material de preenchimento. Ao contrário de muitos outros materiais de preenchimento, o tipo de escória de cobre representa um baixo impacto ao meio ambiente. Isso significa que este material é bastante adequado na construção da base para apoio de estradas, pontes, prédios ou outras edificações.

Os empreiteiros podem também usar escória de cobre no lugar da areia durante a fabricação do concreto. A escória serve como um agente de ligação, o que ajuda a manter as partículas maiores de cascalho unidos dentro do concreto. Quando usada desta forma, a escória ajuda a melhorar as propriedades do concreto, e serve como um produto de reciclagem.

Principais vantagens da escória de cobre Uma das principais vantagens da escória de cobre é o baixo risco que o produto representa para a saúde humana e para o ambiente. A areia de sílica, por exemplo, que é um material abrasivo muito comum no trabalho de jateamento, além do concreto fino atualmente em uso, representam sérios riscos à saúde do trabalhador quando inalados. Podem também contribuir para a poluição e outras questões ambientais.

A escória de cobre também tem uma relação de força-peso elevada, tornando-se uma opção eficaz em relação ao concreto, ou como material de preenchimento sob a estrada. Quando adicionado ao concreto, faz com que a superfície pavimentada seja menos porosa, minimizando os problemas com a umidade e o congelamento. A escória também deixa o concreto mais resistente ao fogo, e ajuda a retardar a propagação do calor e das chamas.

Este material também tem várias limitações às quais os usuários devem estar cientes antes de utilizá-lo. Algumas versões podem conter vestígios de metais pesados de modo a contribuir para a poluição do ar e da água. São classificados como resíduos perigosos devido a este risco. Outra questão a considerar é o volume da escória produzida durante a refinação do cobre. Normalmente, as refinarias produzem duas unidades de escória para cada unidade de cobre produzido durante a fundição.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Construção Civil
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Construção Civil