Uma das principais bandeiras do Sindicato da Indústria do Ferro no Estado de Minas Gerais (Sindifer) será o prosseguimento da campanha de combate ao preconceito do setor - que deve ter encerrado 2004 com um faturamento de, aproximadamente US$ 1,2 bilhão, conforme o presidente Bruno Melo Lima. Segundo ele, a divulgação sobre a importância do ferro-gusa em Minas, que começou no ano passado, será intensificada no Estado. Atualmente, os anúncios estão sendo veiculados em emissoras de rádio e traseiras de ônibus.

Lima explica que anteriormente a população interpretava que o setor era desnecessário para a economia. Além disso, na opinião de muitas pessoas, as plantas industriais distribuídas em Minas eram consideradas poluidoras. Outra visão equivocada, segundo o presidente do Sindifer, é de que as matérias-primas utilizadas pelas empresas do setor causavam danos ao meio ambiente, como o carvão vegetal e minério de ferro.

Autor(es): Diário do Comércio

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas