Definição de biodegrabilidade em meio ambienteA capacidade de um ambiente natural de degradar quimicamente um material é conhecida como biodegradabilidade. Alguns materiais se dividem em partes orgânicas muito mais rapidamente do que outros, levando-os a serem conhecidos como biodegradáveis. A medição da biodegradabilidade de um objeto ou material pode determinar quanto tempo ele irá durar em sua forma intacta.

O processo que faz com que haja a biodegradabilidade é essencialmente a decomposição ou o apodrecimento. Um material enterrado no solo ou abandonado sem uso é lentamente decomposto por microorganismos circundantes, como as bactérias. Enquanto alguns materiais se decompõem dentro de horas, outros produtos podem permanecer praticamente inalterados durante séculos ou mesmo milênios. Isto leva a uma preocupação considerável sobre a quantidade de lixo não biodegradável criado através do consumo humano, e levou a um impulso das fábricas e indústrias a produzirem mais produtos biodegradáveis.

Os materiais construídos a partir de material vegetal ou animal possuem uma alta taxa de biodegradabilidade. O papel, feito principalmente a partir da polpa da árvore, irá degradar-se rapidamente em um ambiente natural, porque a Terra naturalmente contém os microorganismos que desgastam essa matéria-prima.

O conceito de biodegradabilidade é uma parte importante das discussões sobre ecologia e meio ambiente. Em todo o mundo, aterros sanitários são construídos como poços de lixo enormes para abrigar todos os tipos de detritos. Enquanto os materiais biodegradáveis rapidamente tornam-se matéria orgânica, materiais lentamente degradantes, como o plástico, duram por séculos. A durabilidade de substâncias não-biodegradáveis sobrecarrega a capacidade dos aterros sanitários e pode levar a uma crise na gestão de armazenamento de resíduos. Estudos sobre aterros também têm demonstrado que o meio ambiente artificial dentro do próprio aterro não pode ser favorável à biodegradabilidade, pois o lixo não recebe luz suficiente e nem tem a adequada interação com microrganismos necessários.

Biodegrabilidade Desde que a importância da biodegradabilidade ficou clara para as indústrias e para a população, muitos fabricantes têm feito grandes progressos na melhoria do grau de biodegradabilidade de produtos comuns. Materiais de embalagem, por exemplo, são muitas vezes produzidos de papel reciclável, que se degrada fácil e rapidamente, ao contrário do isopor ou do plástico, que se degradam lentamente, demorando anos para que seja totalmente decomposto. Novas fórmulas para a fabricação de plástico foram criadas, permitindo a rápida biodegradação e diminuindo o peso molecular dos componentes.

No caso de os consumidores não optarem por produtos biodegradáveis, especialmente porque eles são mais caros, os próprios consumidores podem escolher os produtos reciclados e também devem ajudar na separação do lixo que será reciclado por empresas especializadas em reciclagem.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente