Manufatura virtual na indústriaO processo de manufatura virtual na indústria envolve a utilização de processos de fabricação simulados e modelos de software. Estes componentes normalmente podem ajudar tanto no processo produtivo quanto no desenvolvimento e na elaboração de design dos produtos que estão sendo fabricados. A produção industrial virtual geralmente acrescenta simulação analítica durante a fase de fabricação para garantir uma maior confiabilidade no processo global.

A realidade virtual no campo da produção industrial permite que os designers possam criar um produto em modelo tridimensional (3-D), para então testarem a eficiência do desempenho de tal produto, equipamento ou peça. Devido à sua natureza virtual e informatizada, esta forma de fabricação geralmente permite às empresas reduzir a quantidade de dinheiro investido em materiais, reduzindo os custos totais de produção.

Por exemplo, um fabricante de automóveis pode usar os modelos de software de manufatura virtual com o objetivo de desenvolver um componente para um motor de carro. Nesse caso, é possível fazer a economia de investimentos, pois nenhum componente real precisou ser construído para fins de teste. O software permite que o fabricante teste seus componentes para a máxima eficiência energética. Este, por sua vez, pode reduzir os custos que seriam necessários para colocar o veículo em funcionamento como um produto acabado, bem como reduzir o impacto que o veículo em execução poderia ter sobre o meio ambiente.

Software de manufatura virtual Muitas empresas geralmente otimizam os seus produtos antes de liberá-los para compra. Para implementar a otimização mais eficiente possível, as fábricas normalmente sentem a necessidade de aperfeiçoar os fatores que desempenham um papel significativo na geração de lucratividade com base no produto. Esses fatores podem incluir a forma final, durabilidade e tempo de vida total dos produtos.

O software de manufatura virtual é projetado com dois fatores em mente: eficiência e otimização de tempo. Esta tecnologia permite que os designers modifiquem detalhes importantes mais rapidamente, ajudando assim a entregar o produto ao mercado no maior tempo hábil.

Um software de análise de elementos finitos (FEA) implementa a tecnologia que permite a otimização e a eficiência do tempo em que se baseia a manufatura virtual. Designers e engenheiros usam o sistema FEA para simular o comportamento de várias estruturas, para fazer alterações em projetos e com a finalidade de ver como essas mudanças afetam os produtos. O modelo FEA foi projetado para resolver problemas de engenharia como fluxo de fluidos, transferência de calor e eletromagnetismo. Na teoria, não há restrições quanto aos tipos de produtos para os quais a tecnologia de fabricação virtual FEA pode ser aplicada.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação