Planejamento de auditoria nas empresasUm planejamento de auditoria é a orientação específica a ser seguida na realização de uma auditoria interna ou externa. No âmbito da gestão das empresas e da microeconomia, as auditorias internas são geralmente realizadas por funcionários de uma empresa de contabilidade, sendo procedimentos utilizados principalmente para uma revisão da gestão dos processos de contabilidade. As auditorias externas são executadas por empresas de contabilidade públicas ou privadas terceirizadas para garantir que as partes interessadas não possam influenciar os resultados dos dados financeiros da empresa a ser auditada. As auditorias externas geralmente usam um plano de auditoria formal que guia os auditores na condução dos devidos procedimentos.

Um plano de auditoria interna geralmente consiste das seguintes etapas: trabalho de campo, planejamento, reunião de acompanhamento e uma auditoria de reparação. A fase de planejamento deve ser feita com base na reunião dos auditores externos e os gestores da empresa para determinar quais os processos de contabilidade serão auditados, e qual a profundidade e a amplitude da auditoria. Durante esta primeira reunião, os auditores geralmente solicitam que os gerentes de empresa preparem uma amostra específica de informações contábeis para a revisão por parte dos auditores. A entrega destas informações durante a fase de planejamento garante aos auditores a otimização de tempo na coleta de dados para a realização dos trabalhos de campo.

A fase de trabalho de campo previsto no planejamento de auditoria inclui a observação das funções de contabilidade da empresa, entrevistar com os funcionários que lidam com informações contábeis críticas e testes de amostra de auditoria da empresa contra os princípios de contabilidade padrão ou diretrizes da empresa. A fase de testes determina se existem quaisquer irregularidades nas informações contábeis. O plano de auditoria geralmente relaciona uma ordem específica para o trabalho de campo para ser concluída, o que permite que os auditores atuem de uma maneira lógica e não pulem nenhuma fase das operações contabilísticas essenciais que devem ser incluídas na auditoria. Uma vez que a auditoria for concluída, os auditores preparam um relatório final para a reunião de gestão de acompanhamento.

Auditoria de reparaçãoA reunião de gestão de acompanhamento no plano de auditoria acontece quando os auditores discutem quaisquer inconsistências materiais encontradas no processo de contabilidade da empresa. Erros ou irregularidades também são discutidos para informar à gerência sobre a eficácia dos seus controles internos. Nesse momento, os gestores da empresa podem questionar resultados da auditoria e solicitar uma segunda revisão do processo antes de liberar o relatório final da auditoria. Se uma empresa não consegue a auditoria inicial, ela pode estar sujeita à uma auditoria de reparação.

A auditoria de reparação, ou auditoria corretiva, consiste na coleta de informações secundárias de uma empresa a cerca de sua contabilidade financeira, sendo normalmente realizada no caso de a empresa não conseguir os resultados desejados na auditoria inicial. O plano de auditoria geralmente exige que os auditores retornem à empresa e analisem as funções contábeis específicas em que a empresa falhou durante a auditoria inicial. Se as medidas corretivas foram tomadas para eliminar os erros de contabilidade inicial, os auditores geralmente assinam sobre essas medidas corretivas e emitem um relatório de conclusão da auditoria fiscal e tributária de uma empresa ou organização.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas