Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

Grupo prevê iniciar em 2006 exploração de ferro

Mais notícias relacionadas a empresas:

Golden apresenta lâmpadas com elevado fator de potência
Linha possibilita usar luz fluorescente em locais grandes com pé direito alto, oferecendo ótima iluminação.


Banco do Brasil facilita compra de equipamentos
BB Crédito Empresa serve para companhias que faturam até R$ 90 milhões anualmente


Honda Brasil investe em energia eólica
Novo parque de energia irá suprir toda a demanda da fábrica de Sumaré (SP) e ...


O cenário de aumento nas matérias-primas da indústria siderúrgica, como carvão e minério de ferro, leva o grupo Gerdau a prever pressão sobre os preços do aço em 2005. 'Se vier toda essa tormenta que está sendo anunciada (nos preços dos insumos), boa parte disso (do aumento) terá que ser repassada para os preços do aço', previu Osvaldo Schirmer, vice-presidente executivo de finanças e diretor de relações com investidores do grupo.

O executivo avalia que há 'muita conversa' sobre como vão se comportar as principais matérias-primas do aço em 2005, e garantiu: 'A Gerdau não tem previsão de aumento de preço do aço no curto prazo.' No resto do ano, porém, os aumentos dependerão da demanda e do comportamento das matérias-primas. No ano passado, os preços da Gerdau subiram cerca de 47% na América do Norte e de 27% na América do Sul, disse Schirmer.

O vice-presidente-sênior da Gerdau, Frederico Gerdau Johannpeter, disse que o grupo trabalha com uma previsão de crescimento de cerca de 4% para a economia brasileira em 2005, percentual semelhante ao estimado para o PIB da América do Norte.

No Brasil, a Gerdau poderá sofrer o impacto de um grande um aumento no preço do minério caso a Vale do Rio Doce consiga viabilizar o aumento de 90% sobre o insumo proposto às siderúrgicas. Schirmer reconheceu que a Vale é um fornecedor importante da Açominas, empresa controlada pela Gerdau, que consome cerca de 4,5 milhões de toneladas de minério de ferro por ano. A pressão de custos sobre a Açominas pode ser atenuada, segundo ele, pelo fato de a empresa também comprar minério de cerca de 12 outros produtores independentes.

'Se a Vale vier a definir preços nos patamares anunciados pelos jornais, vai causar impacto para toda a indústria. Se a Vale conseguir impor preço, o setor (do aço) irá acompanhar. Estamos na expectativa', disse Schirmer ao comentar os resultados da Gerdau. Ele lembrou que em 2004 o grupo enfrentou aumento de custos em insumos como carvão, minério e energia elétrica.

No médio prazo, porém, a Gerdau analisa a possibilidade de começar a produzir minério em três jazidas compradas do grupo Votorantim no fim de 2003. A Gerdau comprou da Barra Mansa, siderúrgica controlada pela Votorantim, as minas de Gongo Soco, Várzea do Lopes e Miguel Burnier, com reservas dimensionadas em mais de 400 milhões de toneladas. 'Em 2006, teremos decisão sobre o início da exploração em uma das jazidas', prevê Schirmer.

A mina de Miguel Burnier deverá ser a primeira a começar a ser explorada. O grupo não busca, no entanto, a auto-suficiência em minério porque entende não ser um bom negócio no médio prazo. Em termos estratégicos, o grupo prefere continuar comprando parte do minério de outros fornecedores. Frederico Gerdau prevê que, em 2006, o grupo poderá produzir minério suficiente para atender cerca de 25% de suas necessidades. No médio prazo, esse percentual poderia chegar a 50% ou 60%, diz o executivo da Gerdau. Ele negou que esteja no planos do grupo passar a exportar minério de ferro, estratégia que vem sendo perseguida pela Companhia Siderúrgica Nacional (CSN).

Valor

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a empresas:

O que é espionagem industrial

A espionagem industrial é uma tentativa de obter acesso a informações sobre planos da empresa, produtos, clientes ou segredos comerciais. Na maioria dos casos, tal conduta, especialmente quando se trata ...
Minério de ferro e ouro impulsionarão lucro da Vale

O avanço no preço do minério de ferro, que cresceu aproximadamente 23% até março, na comparação com o quarto trimestre de 2012, e o acordo ...
Kia Motors faz recall no Brasil

No dia 1º de maio, tem início o recall dos carros modelos Soul, Carens, Carnival e Sorrento (anos 2007 e 2008) e Sorento (2009 a 2011), da montadora Kia ...
Agrale apresenta caminhões na Agrishow 2013

A Agrale apresenta na Agrishow 2013 dois modelos da sua linha de caminhões, o Agrale 8700 e o 14000. A feira acontece entre os dias 29 de abril e ...
Klüber Lubrication investe na gestão do conhecimento

A subsidiária da América Latina da Klüber Lubrication, especializada em soluções com lubrificantes especiais, definiu a gestão do conhecimento como um dos principais pontos da ...
Fiat ultrapassa 5 milhões de carros flex feitos no Brasil

A Fiat ultrapassou nesta semana a marca de 5 milhões de automóveis e comerciais leves produzidos com a tecnologia Flex Fuel. Atualmente, 99% dos veículos produzidos para ...
Bener Presses lança máquina de corte laser por fibra ótica

Na Feimafe 2013, o Grupo Bener apresentará a máquina de corte laser por fibra óptica modelo BLS-F 3015/2000, da Baykal, fabricante turca representada exclusivamente desde 2011 no Brasil ...

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google