Indústria de TI da Ásia se torna mais competitiva As economias asiáticas estão se sobrepondo ao Ocidente em termos de competitividade no setor de TI, mostrou um estudo divulgado no último dia 27 de setembro, além de reforçarem a proteção dos direitos de autor e implementarem reformas regulatórias.

Enquanto o Ocidente lidera o mundo em termos de lugar mais atraente para as empresas de TI (tecnologia de informação), as nações asiáticas estão se destacando cada vez mais, de acordo com um relatório da Economist Intelligence Unit (EIU).

Os Estados Unidos mantiveram a posição de país mais competitivo do mundo na indústria de TI este ano, seguido pela Finlândia e por Cingapura.

A Europa dominou os primeiros 20 lugares no índice de competitividade, que foi baseado em critérios como políticas de investimento estrangeiro, infra-estrutura, educação no ensino de TI, registros de patentes, proteção de direitos autorais e acesso ao capital.

No entanto, sete economias asiáticas chegaram ao top 20, sendo elas Singapura (3º lugar), Austrália (8 º lugar), Taiwan (13 º lugar), Japão (16 º lugar), Nova Zelândia (18 º lugar), Coreia do Sul (19 º lugar) e Hong Kong (20 º lugar).

Malásia e Índia registraram as mais acentuadas melhoras entre as 66 economias pesquisadas em todo o mundo. A Malásia subiu de 11 pontos para 31, enquanto a Índia subiu da décima posição para a trigésima quarta. Já Cingapura avançou seis posições.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Tecnologia & Inovação
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Tecnologia & Inovação