Impactos da poluição térmica no meio ambienteA poluição térmica refere-se a um aumento de temperatura em um corpo de água devido a causas humanas ou ambientais. Mesmo que uma elevação de temperatura de um ou dois graus possa parecer pequena, o aquecimento de um ambiente aquático marinho, ou mesmo por uma pequena área, pode resultar em alterações devastadoras para os habitats de peixes, insetos, plantas e animais. Existem várias causas principais de poluição térmica, cada uma contribuindo para o que alguns especialistas em meio ambiente chamam de “uma possível catástrofe ambiental”.

Uma das principais causas de poluição térmica é o uso industrial da água como um líquido refrigerante. Fábricas e usinas de energia geralmente usam fontes próximas da água para manter as máquinas funcionais e refrigeradas. Enquanto um método barato e eficaz, esta forma de processo de resfriamento pode causar estragos nos ecossistemas aquáticos. A água é geralmente sugada por uma fonte, processada através de sistemas de refrigeração em uma fábrica ou planta, e depois volta para a fonte original.

Infelizmente, no processo de refrigeração de máquinas, a temperatura da água sobe, às vezes a vários graus. O influxo de água morna ou quente de volta para uma fonte natural pode destruir as fontes de alimentos ou matar as espécies que necessitam de uma determinada temperatura para sobreviver. Muitos cientistas consideram o aquecimento da água de ambiente industrial o maior fator de poluição térmica localizada.

Poluição térmica A erosão do solo e o desmatamento são dois outros fatores importantes que podem levar a aumentos na temperatura natural. Plantas e árvores de sombra ajudam a manter a temperatura da água em nível agradável aos animais marinhos, fornecendo proteção contra a luz solar. Quando as plantas são removidas, não só o corpo de água absorve mais luz solar, como o solo, que antes era mantido no lugar por estruturas de raiz, acaba caindo na água. A erosão do solo causa o assoreamento dos leitos de rios e lagos, criando piscinas rasas de água que retêm o calor mais rapidamente.

Uma das principais causas de preocupação com a poluição térmica é o esgotamento do oxigênio na água. Peixes dependem de certa quantidade de oxigênio para sobreviver debaixo d'água, pois eles não se adaptam facilmente às mudanças de nível de oxigênio. A água mais quente prende menos oxigênio, além disso, águas rasas e mais quentes aumentam a produção de oxigênio consumindo plantas como as algas, que diminuem os níveis de oxigênio ainda mais à medida que se decompõem.

Existem várias maneiras de ajudar a mitigar os efeitos da poluição térmica, a fim de estabilizar e sustentar a ambientes aquáticos. Fábricas que utilizam água como refrigerante podem instalar torres de resfriamento e tanques de água que retornam à temperatura original, antes de liberá-la de volta para a fonte natural. Garantir que bancos e linhas costeiras tenham vegetação adequada para proporcionar sombra e manter o solo também ajuda na prevenção da poluição térmica.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente