Como atua a nuvem fotoquímicaNuvem fotoquímica é um único tipo de poluição atmosférica, que é causada por reações entre a luz solar e poluentes como hidrocarbonetos e dióxido de nitrogênio. Apesar de a nuvem fotoquímica muitas vezes ser invisível, ela pode ser extremamente prejudicial, levando a irritações das vias respiratórias e dos olhos. Em regiões do mundo com altas concentrações de nevoeiro fotoquímico, elevados índices de doenças respiratórias e de morte têm sido observados.

A nuvem em si é simplesmente a poluição atmosférica, que pode obscurecer a visão e causar problemas de saúde diversos. É causada por pequenas partículas de material que se tornam concentrados no ar por uma variedade de razões. Comumente, a nuvem é causada por uma inversão térmica, em que o ar frio pressiona para baixo uma coluna de ar quente, forçando o ar a permanecer parado. Inversões térmicas são notórias em algumas regiões do sul do País, onde a névoa fotoquímica pode ser tão grave que as pessoas são alertadas para permanecerem em casa.

Algumas das partículas no ar podem oxidar-se muito facilmente quando expostas ao espectro UV. O dióxido de azoto e vários hidrocarbonetos produzidos através da combustão irão interagir com a luz solar para decompor-se em produtos químicos perigosos. Não precisa haver a incidência de raios solares para a nuvem fotoquímica se formar no meio ambiente; a luz UV também pode penetrar nas nuvens. Os poluentes liberados por meio da atividade humana nesta situação são conhecidos como "poluentes primários", e incluem o dióxido de enxofre e monóxido de carbono.

Nuvem fotoquímicaEmbora o ozônio faça parte de uma camada superior excelente na atmosfera, uma vez que protege o meio ambiente delicado da Terra, não é desejado no nível do solo. O ozônio pode ser extremamente irritante para as vias respiratórias, propiciando crises de tosse se a exposição for prolongada. A mistura de poluentes perigosos formados pela reação entre os raios UV e a poluição atmosférica pode dissipar-se com o vento para as zonas rurais, ou seja, a névoa de poluição fotoquímica não impacta apenas as grandes cidades.

Algumas medidas têm sido tomadas ao redor do mundo para reduzir a produção de nuvem fotoquímica no meio ambiente. Regulamentos rígidos das emissões de veículos e fábricas são um passo importante; muitas fábricas devem usar purificadores e sistemas de tratamento de ar antes de liberá-lo a partir de suas instalações de produção, por exemplo. O uso de substâncias químicas nocivas também é restrito em algumas regiões do mundo, uma vez que esses produtos químicos podem na criação da nuvem fotoquímica. Órgãos do governo também monitoram a qualidade do ar através de testes, citando empresas que violam a lei e as advertências quando os níveis da nuvem são perigosos.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente