O que é considerado crime ambientalO crime ambiental é geralmente definido como graves delitos cometidos contra o meio ambiente. A maioria das agências que determinam e aplicam as leis para o crime ambiental divide sua atenção entre duas categorias: ao crime por poluição e espécies ameaçadas de extinção. A crescente conscientização das questões ambientais levou a uma repressão aos crimes ambientais em muitos países durante o século XX, e estas agências de gestão do meio ambiente se tornaram mais importantes com o passar dos anos. Pode-se considerar que os crimes praticados contra o meio ambiente não só prejudicam o ecossistema como um todo, mas muitas vezes oferece um impacto na economia e na qualidade geral da vida também.

No caso da poluição, o crime contra o meio ambiente pode assumir a forma de vazamentos de materiais tóxicos que não foram armazenados ou descartados corretamente, ou vazamento acidental de toxinas no ambiente natural, entre outros fatores. Como resultado da liberação de toxinas, o ar, a terra e o solo ficam poluídos. Em alguns casos, a poluição o excesso de detritos ocasiona a morte de plantas e animais de forma direta, além de promover graves danos ambientais, como é o caso dos derrames de petróleo e demais produtos químicos que afetam e exterminam pequenas comunidades ou populações inteiras de animais.

crime ambientalA poluição é estritamente controlada na maioria das nações. Muitos países têm agências do governo que estão situadas em locais específicos para combater a poluição, ajudando a definir e aplicar as leis em vigor. Vários acordos internacionais, como o Protocolo de Kyoto, também foram postos em prática para tentar acabar com a poluição global, ou pelo menos amenizá-la.

No caso de espécies ameaçadas de extinção, os criminosos podem cometer infrações diretamente pelo abate de animais em extinção, ou provocam danos ao seu habitat natural, resultando em pressão da população que coloca estes animais em perigo. Por acordo internacional, a maioria das nações processa severamente a atividade de abate e qualquer tipo de negociação de espécies ameaçadas de extinção, exceto no caso dos parques zoológicos e programas de melhoramento que tentam salvar estes animais. Danos ao habitat é um crime ambiental que é mais difícil de processar e regular, em alguns casos, uma vez que muitas vezes envolve os interesses conflitantes das empresas e as espécies ameaçadas de extinção em questão.

O combate ao crime ambiental é importante, porque ajuda a garantir que ainda haverá um ambiente para que as gerações futuras possam desfrutar. Alguns ativistas também argumentam que os seres humanos são responsáveis por garantir que a Terra seja um lugar seguro e saudável para os animais e plantas, já que todas as formas de vida estão interligadas.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Meio Ambiente
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Meio Ambiente