Google
Matérias, artigos e empresas relacionados a Manutenção e Suprimentos para a indústria
Esqueci minha senha

O que é vigilância sanitária

Vigilância sanitária atua em portos, aeroportos e fronteiras para garantir que não haja contaminação ou disseminação de doenças

Mais notícias relacionadas a armazenagem & logística:

Pallets termicamente tratadas
Tratamento térmico de pallets serve para impedir infestações de bactérias, fungos e insetos nas mercadorias.


Santos Brasil atende clientes por chat
Usuários podem tirar dúvidas e acessar informações sobre a companhia online em tempo real.


Rotatividade de estoque
Estratégia logística pretende fazer o giro das mercadorias, perecíveis ou não, nos pontos de venda.


o que é vigiância sanitáriaVigilância sanitária é o conjunto de ações tomadas por um governo para garantir a saúde de uma população. A vigilância sanitária no Porto de Santos alerta trabalhadores e viajantes nos navios e terminais de carga para os perigos da contaminação por doenças.

Desde que surgiram as cidades, na Idade Antiga, o homem se preocupa com a disseminação de doenças (como cólera, febre amarela, peste, etc) – principalmente pela contaminação da água e a contaminação dos alimentos. Com o crescimento urbano, a necessidade de prevenir e diminuir riscos à saúde também aumentou.

Os problemas sanitários podem surgir no meio ambiente, na produção e circulação de bens e na prestação de serviços de saúde. Portos, aeroportos e fronteiras estão particularmente vulneráveis a esses fatores. A vigilância sanitária verifica problemas de saúde em tripulantes ou passageiros a bordo.

Para a Organização Mundial de Saúde (OMS), a vigilância sanitária é fundamental para alertar sobre possíveis emergências de saúde pública e epidemias de doenças, além de documentar o impacto epidemiológico das medidas de prevenção implantadas e divulgá-las ao público.

Viagens internacionais de comércio ou turismo são importantes para o desenvolvimento da economia, mas também podem oferecer grandes riscos de disseminação de doenças em aeroportos, portos e fronteiras por pessoas, bagagens, cargas, contêiners e até encomendas e correspondências.

As regras internacionais de saúde (em inglês, International Health Regulations, ou IHR) da Organização Mundial de Saúde são recomendações seguidas por todos os países em seus pontos de interesse.

Segundo a Organização Mundial de Saúde, os portos devem ter profissionais treinados para fiscalizar as embarcações e identificar riscos à saúde pública, assim como realizar ações de controle. Por isso, é fundamental ter padrões globais de operação para inspeção de navios.

Vigilância sanitáriaSe encontrados em um navio em viagem internacional sinais clínicos ou sintomas de doenças e provas de risco de saúde pública (incluindo fontes de infecção e contaminação), as autoridades do país em que está a embarcação têm o direito de:
 
  • desinfetar, descontaminar, desinsectar e desratizar a cabine ou coordenar a implementação dessas medidas
  • decidir, em cada caso, a técnica empregada para assegurar um nível adequado de controle do risco de saúde pública conforme as normas da Organização Mundial de Saúde.
No Brasil, o órgão responsável pelo controle sanitário em portos, aeroportos e fronteiras é a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). O site da Anvisa oferece formas de contribuição da sociedade para as ações e programas de vigilância sanitária.


A Anvisa conta com a ajuda de órgãos estaduais e municipais para ajudar a controlar epidemias e evitar riscos para a população. Entre as funções da Anvisa está emitir normas para circulação de produtos e inspecionar cargas. A Anvisa também deve fiscalizar a água de lastro dos navios nos portos.

No Porto de Santos, a Anvisa é um dos mais importantes órgãos de fiscalização. Nenhum navio vindo de fora do Brasil (sem ter passado por um dos outros portos nacionais) pode atracar sem autorização da Anvisa. Enquanto o cargueiro não é aprovado pelos fiscais, ele permanece fundeado na barra.

Em caso de doença de algum tripulante ou passageiro, a Anvisa coordena o socorro e avalia se a situação oferece perigo para a população local. 

facebook      twitter      google+

* campos obrigatórios

Outras notícias relacionadas a armazenagem & logística:

O que é modelo de distribuição

Um modelo de distribuição é um método de envio que as empresas usam para levar seus produtos do ponto de origem até ao ponto de venda final. O tipo ...
Segundo graneleiro construído no Brasil será lançado ao mar

O navio Log-In Tucunaré, segundo graneleiro construído no país, fará sua viagem inaugural amanhã, no Estaleiro Eisa, na Ilha do Governador, no Rio de Janeiro. A embarcação ...
Saiba mais sobre o problema do corte de estoque

O problema de corte de estoque é uma equação de otimização que tem aplicações importantes na indústria e também gera interesse para programadores e especialistas em ...
Aplicação do projeto em logística

Projeto para logística (em inglês, design for logistics ou DFL) é uma abordagem que visa organizar o desenho ou estrutura de tarefas para que o movimento das tarefas associadas ...
Aplicação da Lei Marítima

A chamada Lei Marítima é um conjunto de leis sobre transporte interestadual ou internacional que trata de navegação por embarcações marítimas. Sua aplicação abrange tanto o ...
O que é near sourcing

Near sourcing é um termo usado para descrever quando uma empresa estrategicamente coloca algumas ou todas as suas operações perto de onde seus produtos finais são vendidos. Esse conceito ...
Análise da cadeia de suprimentos

A análise da cadeia de suprimentos é o processo de avaliação de cada etapa de uma empresa que está entregando um produto para os clientes. Esse método requer ...

Armazenagem & Logística
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Armazenagem & Logística


Veja na Agenda de Feiras e Congressos
Veja na Agenda de Feiras e Congressos

Google