Uso de lubrificantes com segurança no local de trabalhoProblemas de saúde resultantes do contato com os lubrificantes são relativamente raros e ocorrem principalmente nos casos em que há um considerável grau de contato prolongado. Naturalmente, no entanto, tal como acontece com todos os tipos de substâncias químicas, algumas pessoas altamente sensíveis tendem a apresentar reações alérgicas quando expostas a alguns tipos de lubrificantes e componentes lubrificantes. Devido a isso, o uso de lubrificantes com segurança no local de trabalho é crucial na manutenção da saúde do trabalhador.

Irritações de pele, dificuldades respiratórias e, em condições ainda mais graves, doenças como o câncer de pele têm sido associadas a produtos petrolíferos refinados, incluindo óleo de xisto e alcatrões de carvão. Os tipos de lubrificantes contendo chumbo oferecem um risco particular, porque esta forma de chumbo pode ser absorvida pela pele.

Em áreas onde o contato prolongado com óleos lubrificantes, lubrificantes em graxa e em spray é constante, as boas práticas podem efetivamente eliminar quaisquer problemas de saúde. E alguns passos simples podem fornecer uma proteção altamente eficaz nesse sentido. Estas precauções, que são resumidas a seguir, são desejáveis, independentemente do tipo de óleo lubrificante ou graxa usados.

Uso de luvas e máscaras de segurança

Entre os equipamentos de proteção individual mais importantes que os trabalhadores devem utilizar quando estão manuseando os lubrificantes estão as luvas e máscaras de proteção. Esses EPI´s evitam o contato direto com suprimentos que possuem cheiro forte e podem contaminar por vias aéreas ou pelo contato com a pele.

Vestimenta adequada

Se o contato direto e regular com os lubrificantes é algo inevitável, vestimentas como batas, aventais e luvas impermeáveis , sempre limpas, devem ter seu uso incentivado no chão de fábrica.

Instalações para lavagem e higienização

Instalações sanitárias adequadas devem ser oferecidas pelas empresas, incluindo o fornecimento de sabonetes e cremes desengraxantes para que os operários possam fazer a higiene correta após lidar com os lubrificantes.

Primeiros socorros

Os trabalhadores devem ter acesso imediato às instalações de emergência e cuidados médicos para as emergências.

Prevenção de incêndio

Apesar de o óleo e a graxa não se inflamarem tão facilmente, dada a manipulação descuidada (formação de faíscas, fumaça de cigarro, má eliminação de resíduos, manutenção de equipamentos de baixa qualidade, que leva ao superaquecimento), esses produtos podem pegar fogo tão facilmente como a madeira ou o papel. Por razões de segurança, os equipamentos de combate a incêndio devem ser mantidos em boas condições e em áreas facilmente acessíveis.

luvas de segurançaDerramamentos de lubrificantes

No caso de um derramamento ou vazamento de lubrificantes, não use substâncias inflamáveis ou voláteis para absorver os vazamentos, pois eles podem apresentar um risco grave de incêndio e aumentar as chances de tornar o piso do local onde houve os vazamentos ainda mais escorregadio.

Responsabilidade ambiental

Óleos e graxas devem ser descartados de forma apropriada e não podem ser despejados diretamente no esgoto, pois isso representa um sério risco ao meio ambiente. Os lubrificantes industriais, sejam lubrificantes sintéticos, em graxa, lubrificantes de alta temperatura (apenas com exceção dos lubrificantes biodegradáveis) devem ser eliminados de forma segura e correta. É necessário consultar as leis ambientais vigentes para o descarte mais adequados desses suprimentos industriais.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Segurança do Trabalho
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Segurança do Trabalho