Manutenção da bateria do carroA manutenção da bateria do carro é um dos critérios essenciais para manter seu veículo em bom estado e funcionando perfeitamente. A primeira coisa a verificar são os sinais de acúmulo de corrosão, que normalmente podem ser vistos onde os cabos da bateria ou fios se conectam aos terminais na própria bateria. Qualquer corrosão identificada deve ser limpa imediatamente.

Caso o tipo de bateria instalado no veículo ainda precisa de manutenção (a maioria das baterias modernas não precisa mais assistência), o ideal é verificar o nível de fluido - mas certifique-se de verificá-lo quando a bateria estiver totalmente carregada. A água destilada é o melhor tipo de água para usar ao adicionar fluidos na bateria. A água da torneira pode ser usada se não houver água destilada disponível.

Mas lembre-se que, uma vez que a água da torneira pode conter produtos químicos e minerais adicionados, isso irá reduzir a vida útil da bateria. Ao recolocar água na bateria, cuidado para não encher demais, especialmente nos dias mais quentes, em que o excesso de fluidos pode iniciar o processo de corrosão, dando problemas de partida no carro.

Melhorando o desempenho da bateria e prolongando sua duração

Um automóvel moderno, caminhão ou SUV exige mais energia do que nunca. Este aumento da demanda vai reduzir a vida útil da bateria ao longo do tempo. Uma das principais causas de falha da bateria pode ser atribuída a sulfatação que ocorre com o tempo. Conforme a bateria vai sendo usada, as moléculas de enxofre são lançadas a partir do ácido da bateria. O interior da bateria é composto por placas de chumbo revestidas com as moléculas de enxofre. Após um período de tempo, o revestimento em excesso vai impedir que a bateria retenha a carga.

Algumas das principais causas da sulfatação:

- A bateria ficar ociosa entre as cargas. A sulfatação começa dentro de 24 horas a partir do momento em que a bateria foi utilizada em clima quente, e dentro de alguns dias no tempo fresco.

- Uma bateria que tem sido frequentemente descarregada.

- Uma bateria que não foi totalmente carregada. Isso funciona da seguinte forma: se você só carregar uma bateria a 90% de sua capacidade, os outros 10% da química da bateria ficam suscetível à sulfatação.

- Uma bateria submetida a temperaturas superiores a 80° C. Com o aumento da temperatura interna, a descarga torna-se certa. Se você deixa uma bateria totalmente carregada que não está sendo usado em temperaturas superiores a 100 °C, no prazo de 30 dias, a bateria provavelmente não funcionará.

- Placas de bateria que têm baixos níveis de eletrólitos e entram em contato com o ar.

Escolher e comprar uma bateria nova- Carregadores de baterias que têm falsa carga ou carga insuficiente.

- Uma bateria, no frio, é mais propensa à sulfatação. Na verdade, uma bateria completamente descarregada pode mesmo congelar quando as temperaturas abaixo de 0 ° C.

Escolher e comprar uma bateria nova

O primeiro fator a observar ao considerar a compra de uma nova bateria é a reserva de capacidade. Obviamente, é preciso comprar uma bateria do tamanho correto para seu veículo e que tenha as conexões corretas e terminais. Outra coisa a considerar é a demanda do trabalho executado pela bateria. Por exemplo, uma bateria elétrica, cuja única função é ligar um motor, terá diferentes restrições que uma bateria de ciclo profundo. A última coisa a verificar ao comprar uma nova bateria é a data de fabricação. Uma bateria fabricada há muito tempo já tem acúmulo de sulfatação ocorrendo.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Manutenção
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Manutenção