A empresa gigante de energia Real holandesa Shell confirmou em 27 de outubro que, no terceiro trimestre, o lucro líquido mais que dobrou, atingindo o montante de US $ 7 bilhões, impulsionado pela demanda de gás sólido, pelos preços elevados do petróleo e pelas margens de refinação.

O lucro depois de descontados os impostos disparou para 6.980 bilhões de dólares entre julho e setembro deste ano, resultado comparado com os 3,46 bilhões dólares do ano anterior, salientou o grupo. As receitas totais avançaram em 36%, chegando a 123,4 bilhões de dólares.

"Os resultados financeiros da empresa de energia Shell do terceiro trimestre foram maiores do que no ano passado, impulsionados pelos preços do petróleo e pelo desempenho da Shell", disse o presidente-executivo Peter Voser.

A produção de petróleo e gás da Shell, entretanto, caiu 2%, ou seja, para 3,0 milhões de barris de óleo equivalente por dia, depois que a companhia vendeu ativos não essenciais com o objetivo de arrecadar até US $ 8,0 bilhões até o final de 2011.

O lucro líquido saltou 83%, para 24,42 bilhões dólares nos primeiros nove meses de 2011, em comparação com o mesmo período do ano anterior.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas