A fabricante de componentes eletrônicos TDK confirmou que irá demitir cerca de 11 mil funcionários, ou cerca de 12% de sua força de trabalho, e baixou as suas previsões de crescimento nos lucros devido a um iene forte, demanda lenta e inundações na planta tailandesa. A empresa, uma vez famosa pela fabricação de fitas cassetes de áudio e fitas de vídeo, agora, é mais conhecida por seus componentes de armazenamento de dados e discos rígidos.

A medida de redução ocorre em meio a outras medidas para aumentar a rentabilidade e será adotada por um período de 1 a 2 anos, de acordo com a fabricante TDK. O grupo emprega atualmente cerca de 88.500 pessoas, segundo o porta-voz.

A decisão de reduzir a força de trabalho veio "à medida que a empresa enfrentou muitos fatores negativos, tais como o impacto do grande terremoto, a valorização do iene e os efeitos das inundações tailandesas, o que resultou na revisão em baixa", disse o porta-voz. "Ainda temos que decidir sobre detalhes, incluindo como reduzir nossa força de trabalho na matriz e no exterior a partir de agora".

A fabricante TDK também reportou uma queda de 74,3% no lucro líquido do primeiro semestre, comparado ao mesmo período de 2010, atingindo o montante de para 6,7 bilhões de ienes (84,4 milhões de dólares).

Nos seis meses que compreendem o período de abril a setembro deste ano, o grupo sofreu um declínio nas vendas de componentes eletrônicos, que fornece para setores como montadoras e empresas de eletrônicos de consumo.

A empresa é uma das centenas de empresas japonesas, cuja produção foi atingida pela pior enchente da Tailândia em décadas, e a produção em suas fábricas há quatro meses foi suspensa. Duas das fábricas ainda permanecem inundadas pela água.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas