O grupo Böhler-Uddeholm obteve em 2004 os melhores resultados de sua história, com crescimento de 29% e vendas totais de cerca de 2 bilhões de euros. Líder mundial em aço-ferramenta e aços especiais de alta liga, o grupo adquiriu no ano passado a Villares Metals, de Sumaré (SP). A subsidiária brasileira é uma das responsáveis pelo bom desempenho do grupo, que se beneficiou da recuperação de praticamente todos os mercados mundiais.

Segundo o balanço apresentado nesta semana, em São Paulo, a Villares Metals - que registrou vendas líquidas de US$ 260 milhões, com crescimento de 58% - foi de especial importância pela aumento da lucratividade do grupo, assim como o "fortalecimento substancial da Divisão Metais de Alta Performance".

O presidente da Villares Metals, Franz Struzl, informou que estão previstos investimentos superiores a US$ 50 milhões na unidade brasileira. "Trata-se do maior programa de investimento do grupo", afirmou. Entre as aquisições estão um novo laminador, que ampliará a capacidade de produção da empresa brasileira em 40%, novas prensas de forjamento, forno de tratamento a vácuo e o fortalecimento da rede de distribuição no País. O novo laminador está previsto para entrar em operação em 2006 e a empresa tem planos de crescer 15% ao ano, pelos próximos três exercícios.

Autor(es): Usinagem Brasil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas