Deformação plásticaDeformação plástica é um processo em que bastante estresse é colocado em um metal ou plástico para provocar a alteração do formato do objeto ou de seu tamanho de uma maneira que não este processo não é reversível. Em outras palavras, as mudanças são permanentes, mesmo quando a tensão é removida, o material não vai voltar à sua forma original. Às vezes referido simplesmente como plasticidade, este tipo de deformação pode ser conduzida sob condições controladas.

Tanto a deformação do plástico quanto à deformação de metais no setor metal mecânico envolvem alterações na composição do material em si. Por exemplo, metais que sofrem este processo de deformação plástica experimentam uma condição conhecida como deslocamento. Conforme o estresse de algum tipo é exercido sobre o metal, o material chega a um ponto conhecido como a resistência ao escoamento. Quando este ponto é alcançado, o padrão das moléculas que compõem o metal começa a se modificar. O resultado final é que as moléculas realinham-se em um padrão que é moldado pelo estresse exterior colocado no objeto.

Existem várias maneiras de utilizar intencionalmente o método de deformação plástica e também o método de deformação de metais na criação de vários tipos de mercadorias. O calor é muitas vezes usado em objetos para se obter a forma e a espessura desejada. Quando o metal esfria, a forma é mantida e se torna permanente. O uso de pressão também pode ajudar a moldar tanto o plástico quanto o metal na forma desejada.

A velocidade com que a plasticidade ocorre também é importante. Em situações em que o estresse causa mudanças rapidamente, há uma chance de que o material não seja capaz de estar de acordo com a pressão, podendo rachar. Por esta razão, a técnica de deformação plástica é empregada na fabricação de bens na qual envolve calor e pressão controlados cuidadosamente, permitindo que a estrutura do material possa se adaptar às novas condições e se dobre até que a forma desejada seja atingida.

Em tempos passados, o conceito de deformação plástica estava associado a muitos bens que eram produzidos manualmente. Isto acontecia na fabricação de ferraduras, por exemplo. O metal era forjado em temperatura especial através de um ferreiro treinado, que usava um metal um pouco maleável.

Marretas e outras ferramentas eram então utilizados para moldar o metal, enquanto ele ainda estava quente. Uma vez que o ferreiro tinha trabalhado o metal na forma desejada e no contorno pretendido, o produto seria retirado da forja e deixado para arrefecer, efetivamente definindo a forma permanentemente.

Hoje, o procedimento de deformação plástica pode ser aproveitado na criação de todos os tipos de bens construídos com metal ou plástico. Isto inclui escultura de metais, acessórios para fogões a lenha e outros produtos feitos com combinação de metais como estanho e bronze.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica