BHP Billiton, a maior mineradora do mundo, informou que poderá comprar uma participação na australiana WMC Resources, ameaçando a oferta hostil de compra da rival Xstrata, de 8,2 bilhões de dólares australianos (US$ 6,5 bilhões). A BHP recusou-se a fazer comentários. Já a Xstrata e também a WMC não estavam disponíveis para comentar a informação. A BHP informou que contratou o Deutsche Bank analisar a compra. A Xstrata, mineradora anglo-suíça de cobre e carvão, avançou, na semana passada, na batalha pela WMC, deixando de lado algumas condições de sua oferta de US$ 7 por ação. Entretanto, a produtora australiana de cobre, urânio e níquel disse que seus acionistas não devem se apressar em aceitar a oferta. Em fevereiro último, a empresa de energia nuclear Arevea informou que estava em possíveis negociações para comprar a mina de Olympic Dam da WMC -- uma das maiores minas de cobre e o maior depósito de urânio do mundo.

Autor(es): Gazeta Mercantil

facebook      twitter      google+

Empresas
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Empresas