Brasagem por induçãoA brasagem por indução é um processo para unir dois pedaços de metal com um material de enchimento em estado fundido alcançado através de aquecimento por indução. Tal aquecimento é realizado colocando a peça de trabalho dentro de uma bobina de indução, com a corrente elétrica contínua passando através da bobina. Isto dá origem a correntes elétricas, conhecidas como correntes parasitas, em materiais que estão sendo unidos. O calor é gerado devido à resistência elétrica das correntes de indução. Este calor é usado para derreter o material de enchimento para juntar os dois pedaços de metal, mas essas peças permanecem em estado sólido durante todo o processo.

Para começar uma operação de brasagem por indução, o primeiro passo normalmente é tratar as peças que serão unidas com um material conhecido como fluxo. O material de enchimento é então posicionado sobre a peça de trabalho, geralmente com o auxílio de algum tipo de fixador para mantê-lo no lugar. Alternativamente, o material de brasagem pode ser aplicado para o trabalho uma vez que as peças atingiram a temperatura necessária.

Enquanto o material de enchimento derrete, as peças que estão sendo unidas permanecem em estado sólido. Isto significa que a temperatura de fusão do material de enchimento é inferior aos dos materiais em fusão. Prata e ligas de prata, bem como o cobre, são frequentemente usados como materiais de enchimento por este motivo.

Um dos principais benefícios do método de brasagem por indução é que o aquecimento é rápido, localizado e controlado com precisão. Isto leva a um processo muito adequado para a produção reprodutível com taxa elevada. O processo de brasagem por indução também é uma prática ecológica que consome menos energia do que outros métodos de união de metais, e não produz subprodutos da combustão, uma vez que a chama não está envolvida.  O aquecimento muito localizado na brasagem por indução minimiza a distorção ou outras alterações físicas das partes que estão sendo juntadas.

técnica de brasagem por induçãoMetais similares são mais facilmente unidos com a técnica de brasagem por indução. Metais diferentes podem ser unidos, mas isso requer muito mais cuidado na operação. As resistências diferentes à corrente de materiais diferentes significam que as peças vão se aquecer a taxas diferentes e em temperaturas variadas. Também podem ter diferentes taxas de expansão térmica, o que complica ainda mais a operação.

Operações de brasagem de indução ocorrem em uma variedade de ambientes. As peças podem ser unidas ao mesmo tempo em que são submersas em um líquido, no ar ou em outra atmosfera gasosa, até mesmo no vácuo. Muitos tipos de tarefas de brasagem podem ser realizadas com a brasagem por indução. As aplicações variam muito e incluem exemplos como a produção de instrumentos dentários e componentes ortodônticos, bem como a fabricação de tubos de combustível e peças de freio na montagem de automóveis.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Metal Mecânica
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Metal Mecânica