Lâmpada de segurança na mineraçãoUma lâmpada de segurança é um dispositivo concebido para uma utilização segura em áreas onde gases inflamáveis e partículas estão presentes. Este suprimento foi desenvolvido originalmente para uso em minas, embora possa ser aproveitado em outros ambientes também. As lâmpadas mais antigas de segurança utilizavam chamas, enquanto as lâmpadas modernas são geralmente elétricas. Numerosos exemplos de antigas lâmpadas de segurança podem ser vistos em exposição em museus, incluindo as versões desenhadas por pioneiros neste campo, tais como Sir Humphry Davy.

O trabalho no setor de mineração sempre foi perigoso e apresentava uma série de desafios, sendo um dos principais a iluminação inadequada. Condições de pouca luz em minas levam a problemas nos olhos para os mineiros, além de tornar difícil o trabalho, e as minas usavam uma variedade de ferramentas para a iluminação. A maioria destas ferramentas envolvidas com chamas de algum tipo, ou chamas parcialmente blindadas, representava um risco de segurança grave em uma mina, porque a libertação de gases inflamáveis em torno de uma chama aberta pode provocar uma explosão. Daí, a necessidade de uma lâmpada de segurança.

A lâmpada de segurança é projetada para não desencadear uma explosão quando os materiais inflamáveis estiverem presentes. O calor da lâmpada é cuidadosamente distribuído e a chama em si é protegida, de forma que as temperaturas não podem subir o suficiente para inflamar os gases e acender as partículas de materiais como o carvão. No caso de uma lâmpada que não depende de uma chama aberta, como uma lâmpada elétrica, os componentes elétricos são protegidos para evitar faíscas, e o calor da lâmpada é dissipada para que não se torne perigosamente quente. Historicamente, as lâmpadas de segurança eram instaladas ao longo das paredes da mina, hoje, a maioria das minas é eletrificada com seus próprios sistemas de iluminação.

lâmpada elétrica de segurança Uma lâmpada de segurança com uma chama, no entanto, não apenas fornece uma fonte de iluminação. Ela também atua como uma forma de alarme, porque a natureza da chama sofre mudanças com a composição de gases na troca de ar circundante. A falta de oxigênio faria com que a chama entrasse em crepitação, enviando um sinal para os mineiros saírem antes que pudessem se sufocar. Gases inflamáveis fazem a chama aumentar ou mudar de cor, indicando que uma situação de perigo é iminente e a mina deve ser evacuada até que os gases sejam seguramente ventilados.

Atualemente, os mineiros contam com sensores para alertá-los quando a mistura de gases no subsolo está se tornando algo perigoso, em vez de usarem uma lâmpada de segurança. Estes sensores de som geram alarmes auditivos, além de criar um alarme visual, tornando mais fácil para os mineiros a identificação de algum risco. As lâmpadas de segurança usadas por mineiros são aproveitadas como fonte de iluminação, com componentes elétricos blindados que garantem que uma fuga de faísca não inflame os gases na mina.

Autor(es):
Editora

facebook      twitter      google+

Suprimentos Industriais
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Suprimentos Industriais