Perfuração direcional de poços de petróleoAs petroleiras hoje contam com a tecnologia de perfuração direcional de poços de petróleo e gás. Também chamada de perfuração horizontal, consiste na exploração de uma fonte para todos os lados.

Como depósitos de petróleo e gás se tornaram mais difíceis de serem encontrados e acessados, foi desenvolvida uma tecnologia relativamente nova, chamada de perfuração horizontal ou perfuração direcional de poços de petróleo. Essa técnica permite que as empresas petrolíferas perfurem para chegar a um alvo específico, que pode ser localizado a alguma distância longe de uma plataforma offshore, em uma outra cidade ou outra área onde a perfuração vertical seja impossível.

Além disso, é possível perfurar lateralmente, através de um leito de pedras cobertas de óleo ou gás para gerar mais extração do gás ou líquido, expondo mais área de superfície.

Perfuração direcional de poços de petróleoA perfuração horizontal funciona através do uso de um dispositivo chamado motor de lama, que está ligado pela força do fluido de perfuração bombeado para baixo do tubo de perfuração. Como o motor pode fazer o giro da broca, o tubo de perfuração em si não tem de se mover. Se o motor é curvado em, digamos, talvez, 3 graus e é ligado no sentido da curva, o perfurador pode deixar o motor ir nessa direção. Imagine o processo dobrando o dedo indicador, a única diferença é que ela acontece a apenas centenas de metros de profundidade no final de muitos comprimentos de tubo.

Outra parte do sistema que torna possível a perfuração horizontal é um sensor chamado dispositivo MWD ou LWD. MWD significa “medida durante a perfuração” (measuring while drilling) e LWD significa “registro durante a perfuração” (logging while drilling). Qualquer um deles pode dizer ao perfurador na superfície para qual forma a curva do motor aponta e de para qual direção está indo a perfuração. Uma série de medidas é anotada com o MWD - LWD, que contém uma bússola e inclinômetro eletrônico sofisticado que mede direção e ângulo. O sonar pode usar essas medidas, que são exibidas em um monitor na superfície, para lhe dizer quando o furo ou poço horizontal atingiu o fundo ou está indo na direção e ângulo desejado.

O processo de perfuração horizontal abriu fronteiras para novas explorações de gás nos EUA, como a formação Marcellus, em Nova York, Bakken, em Dakota do Norte, e de xisto em Barnett, no Norte do Texas. Antes da perfuração horizontal, essas densas formações de xisto não produziam gás ou óleo suficiente de um buraco vertical, mas quando mais área de superfície é exposta, a produção pode ser economicamente viável.

Autor(es):

facebook      twitter      google+

Petróleo & Gás
 Veja todas as noticias e artigos relacionados a Petróleo & Gás